sábado, 23 de setembro de 2017

[Resenha] Encontrada, Carina Rissi - Perdida #2

Título: Encontrada
Autora: Carina Rissi
Série: Perdida #2
Editora: Verus
Páginas: 476
Onde comprar: Amazon 
"Uma parte de mim sabia que ela tinha razão, e eu até podia entender Ian, desde que ele não comprasse a vila toda para mim, como vinha fazendo nas últimas semanas. Conforme o casamento se aproximava, mais tensa e inquieta eu me sentia. Não sabia ao certo por quê — bem, isso não é totalmente verdade. Não que a culpa fosse minha, mas da sociedade que cismava em usar o termo errado quando duas pessoas decidiam dividir a vida. Contrair matrimônio. Eu não conhecia nenhum bom uso para aquele verbo: contrair dívidas, contrair um vírus... Os bíceps de Ian se contraindo e estufando as mangas da camisa enquanto ele treinava seus cavalos... humm... Tudo bem, um uso era bom, mas só aquele. Alguém devia fazer alguma coisa a respeito disso. Não é para menos que as pessoas fiquem com um pé atrás quando pensam em se casar. Como fora o meu caso, antes de conhecer Ian e ele me fazer perceber que um papel não mudaria nada. Eu tinha dado o grande passo, o maior de todos na verdade, ao aceitar abandonar o meu moderno, tecnológico, cheio de facilidades século vinte e um, para viver com ele no arcaico e sem recursos século dezenove."

Após compreender algumas coisas do porquê foi parar no século XIX ao comprar um celular, a viciada em tecnologia Sofia Alonzo escolhe viver no passado, no ano de 1830, mesmo que para isso tenha que abrir mão das modernidades e comodidades que tanto ama. Isso se dá principalmente por causa de um cavalheiro muito gentil, Ian Clarke, por quem Sofia está irremediavelmente apaixonada, e, para a sua surpresa ele sente o mesmo. Então, com as decisões de sua vida tomadas, só resta a garota desastrada esperar o seu felizes para sempre. E ele está cada vez mais próximo, depois que Ian a pediu em casamento. Mas, quando ela começa a pensar, as coisas não parecem tão fáceis assim. Em primeiro lugar, Sofia estava acostumada a trabalhar, e, claro, ter o seu próprio dinheiro para fazer muitas compras na hora que quisesse, e ali, no século XIX, parece que Ian fica ofendido mortalmente toda vez que ela sequer menciona um trabalho, então, Sofia passa a desenvolver um pequeno segredinho em relação a isso... Em segundo lugar, ela continua não entendendo as expressões arcaicas que seu noivo e todos do lugar insistem em usar. E por último, mas o mais importante... todos esperam que Sofia passe a administrar a casa após seu casamento, mas ela não sabe dar ordens para ninguém, e muito menos para os empregados, e ela sequer sabe algo de organização, sendo o seu antigo apartamento uma prova (quase) viva disso.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

[Divulgação] Kindred: Laços de Sangue, Octavia E. Butter

Oioi pessoal!

Hoje estou aqui para conversar com vocês sobre um lançamento incrível da Morro Branco Editora, que é uma das minhas editoras mais queridas do mundo. Vamos conferir?

Kindred: Laços de Sangue, Octavia E. Butter

Sinopse: MAIS DE MEIO MILHÃO DE CÓPIAS VENDIDAS NO MUNDO.
Em seu vigésimo sexto aniversário, Dana e seu marido estão de mudança para um novo apartamento. Em meio a pilhas de livros e caixas abertas, ela começa a se sentir tonta e cai de joelhos, nauseada. Então, o mundo se despedaça.
Dana repentinamente se encontra à beira de uma floresta, próxima a um rio. Uma criança está se afogando e ela corre para salvá-la. Mas, assim que arrasta o menino para fora da água, vê-se diante do cano de uma antiga espingarda. Em um piscar de olhos, ela está de volta a seu novo apartamento, completamente encharcada. É a experiência mais aterrorizante de sua vida... até acontecer de novo. E de novo.
Quanto mais tempo passa no século XIX, numa Maryland pré-Guerra Civil – um lugar perigoso para uma mulher negra –, mais consciente Dana fica de que sua vida pode acabar antes mesmo de ter começado.
“Impossível terminar de ler Kindred sem se sentir mudado. É uma obra de arte dilaceradora, com muito a dizer sobre o amor, o ódio, a escravidão e os dilemas raciais, ontem e hoje” – Los Angeles Herald-Examiner

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

[Resenha] A princesa de Ônix, Jadna Alana - Os sete reinos e Olivarum #1


Título: A princesa de Ônix
Autora: Jadna Alana
Série: Os sete reinos e Olivarum #1
Editora: Coerência (cortesia)
Páginas: 340
Onde comprar: Loja da Editora

Fiquei honrada ao saber que iria ler e resenhar o livro de uma autora conterrânea, que mora pertinho de mim! Como o mundo é pequeno minha gente, e que alegria! Por outro lado, nos sentimos pequenos diante do mundo fantasioso criado pela Jadna. Será ela a nossa J.K Rowlling brasileira?
Em um mundo onde a magia é possível, Sete Reinos foram criados pela Trindade Iniciadora. Eles foram representados por espécies mágicas diferentes e a lei e o poder foi a única verdade absoluta para ser vivida durante os últimos séculos.
No Reino de Ônix, a princesa bruxa Amie Bell, acaba de completar dezoito anos de idade. Uma data que deveria ser comemorada com muita alegria, mas que acaba se tornando o pior dia da vida dela. Encurralada por um feitiço que deu errado, a jovem embarca em uma aventura onde descobrirá o que existe além dos muros do palácio onde viveu a sua vida inteira. Terá que despertar suas habilidades para sobreviver sem todos os caprichos que tinha como princesa e terá que lutar por sua sobrevivência com a ajuda de um Clã que vive contra as leis de Olivarum.
"(...) Quando fazemos algo de todo o nosso coração, não importa qual será o resultado final. Importa a intenção de todo nosso coração."
Um mundo cheio de criaturas míticas, com habilidades únicas. Esse é o mundo dos Setes Reinos, onde cada um vive em harmonia sob as ordens das leis absolutas. A pergunta que não quer calar é: O que acontece com os que passam por cima das leis? A resposta?! haha. Encontrei durante a leitura do livro. Essa edição maravilhosa foi lançada pela Editora Coerência, que aposta em livros mágicos e únicos, para que o leitor se prenda e se encante verdadeiramente com suas obras. Além disso, contamos com a escrita de uma autora esplêndida: Jadna Alana. Por isso, não se engane com historinhas contadas sobre lobos, bruxas e vampiros. No mundo criado pela autora, cada um luta para provar que é digno de seus poderes.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

[Filme] Annabelle 2 - A Criação do Mal

Título: Annabelle 2 – A Criação do Mal
Lançamento: 17 de agosto de 2017
Duração: 1h50rto Benigni
Gênero: Terror
Sinopse:  Anos após a trágica morte de sua filha, um habilidoso artesão de bonecas e sua esposa decidem, por caridade, acolher em sua casa uma freira e dezenas de meninas desalojadas de um orfanato. Atormentado pelas lembranças traumáticas, o casal ainda precisa lidar com um amedrontador demônio do passado: Annabelle, criação do artesão.

Oioi pessoal! Recentemente fui ao cinema assistir Annabelle 2 – A Criação do Mal. Cheguei à sala com bastante receio porque o primeiro filme não havia me agradado em nada e me fez até rir nos momentos de mais tensão, mas esperançosa de que esse seria bom por tudo que havia lido até então.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

[Resenha] Quando é inverno em nosso coração, Américo Simões

Título: Quando é inverno em nosso coração.
Autor: Américo Simões
Editora: Petit Editora (cortesia)
Páginas: 352
Onde comprar: Amazon | Saraiva

“Suas escolhas farão o você de amanhã...”

Quando é inverno em nosso coração se passa em um lar europeu no final do século 19 e nos apresenta à história de Clara, uma linda jovem apaixonada pela vida. Ela tem uma vida bastante boa, vive em uma mansão regada a regalias, com a irmã, o pai e vários criados. Sua relação com o pai é bastante boa, mas com a irmã, Amanda, ela é magnífica. As duas se tratam como mãe e filha e o amor entre elas é palpável. Nossa querida protagonista também nutre um amor pelo jardineiro, o Raymond, ou Ray, para os íntimos. 
“- Nós somos como as quatro estações – observou Clara, em seguida. – Às vezes, é inverno em nosso coração; em outras, verão... Noutras, primavera ou outono...
- Em meu coração, Clara, será sempre primavera e verão. As estações mais alegres... Porque tenho você dentro dele.”

Tudo estaria muito bem, mesmo sabendo que o pai não vai aceitar seu envolvimento com Ray, Clara continua persistindo e tem em mente que tudo dará certo. A situação muda completamente quando Clara descobre que está prometida para o belo e rico Raphael, filho de um influente e temido homem. Casar-se com Raphael é, para Clara, sua ruína, mas o rapaz não é de todo ruim, ele se encanta e se apaixona pela moça, jurando que a fara feliz.

domingo, 17 de setembro de 2017

[Aposta da Bru] Ela

Oioi pessoal,

Como estão nesse domingo ensolarado? Hoje decidi trazer para vocês mais uma postagem para a coluna Aposta da Bru. Recentemente, um autor incrível me contatou pelo Instagram e me apresentou seu livro. Achei a temática dele muito interessante e acho que é um livro com grande potencial de sucesso. O livro chama-se Ela e foi escrito pelo Lauro Luna, vamos conhecer?

Sinopse: Gustavo é surpreendido em uma de suas redes sociais ao ler um comentário de uma garota, Helena. Curioso com o fato dela despertá-lo tamanho interesse, ele inicia uma conversa com a jovem, o que leva ambos a um cenário de implicações de se construir um relacionamento virtual. A conexão com uma desconhecida faz com o Gustavo questione o seu futuro, bem como lide com os imprevistos da vida. Com a ajuda de seus amigos, João e Merlin, ele embarca em uma jornada de perguntas e respostas, aceitação, e de escolhas em um processo pessoal de amadurecimento.


O livro está todo disponibilizado no blog do autor – aqui.

sábado, 16 de setembro de 2017

[Resenha] A ilusão do tempo, Andri Snꭂr Magnason

Título: A ilusão do tempo
Autor: Andri Snꭂr Magnason
Editora: Morro Branco (cortesia)
Páginas: 320
Onde comprar: Amazon | Saraiva

“Não é possível conquistar o mundo, sem conquistar o tempo.”

A ilusão do tempo nos apresenta à história de Vitória, uma jovem menina, que vive com uma família que, aparentemente, não se importa com ela e que vê sua vida ruir quando economistas preveem uma enorme crise financeira e seus pais – bem como todo o resto do mundo – decidem se esconder em caixas pretas à espera de tempos melhores, a TIMAX®.

Entretanto, após alguns anos, a caixa de Vitória se abre e a menina se vê em meio a uma cidade em ruínas. Após vagar por suas e prédios tomados por florestas e animais selvagens, ela se vê numa casa com várias crianças e uma senhora que pede para eles ouvirem a história, pois, só assim, poderão salvar o mundo. Essa senhora começa, então, a contar a história de um rei que quis dominar o mundo e, após fazê-lo, quis dominar o tempo para que sua filha não envelhecesse e vivesse por muito tempo.