Featured Slider

[Resenha] Se não houver amanhã, Jennifer L. Armentrout


Título: Se não houver amanhã
Autora: Jennifer L. Armentrout
Editora: Universo dos Livros (cortesia)
Páginas: 384
Onde comprar: Amazon

"— A culpa de viver enquanto todo mundo morre é um fardo pesado para se carregar sozinha (...)”

Lena Wise é uma jovem que não vive tão intensamente o dia de hoje, pois está sempre pensando no dia de amanhã. Ela tem três boas amigas – Megan, Abbi e Dary – e nutre uma paixão, não tão secreta assim, por seu vizinho e melhor amigo, Sebastian. No entanto, sua vida muda completamente após um triste acontecimento e o dia de amanhã é tudo o que ela não quer que aconteça.

Quis ler esse livro por dois motivos, o primeiro é a proposta interessante dele. Gosto dessa coisa de personagens deixarem de desejar o amanhã. O segundo foi pela autora. A Jennifer é autora da Saga Lux, que é muito aclamada no Brasil. Apesar de Se não houver amanhã não ter sido um livro surpreendente, ele não deixou a desejar.

Quotes #29


Olá pessoal,

Hoje decidi trazer um post mais rapidinho com quotes do livro Dias de despedida, uma leitura fascinante, repleta de ensinamentos valiosos e que vai ficar guardada para sempre em minha mente e coração, vamos conferir?

“Fico pensando se as ações que tomamos e as palavras que dizemos são como pedrinhas jogadas num lago, causando reverberações que se espalham muito além do centro até finalmente se quebrarem na margem ou desaparecerem.”

“Um pavor cinzento e desolado cai sobre mim – uma nuvem de cinzas bloqueando o sol. Uma ausência total de luz ou calor. Uma obscuridade tangível com cheiro de mofo. Uma revelação: nunca mais vou ser feliz.”

[Resenha] (R)evolução, Lu Ain-Zaila - Duologia Brasil 2408 #2


Título: (R)evolução
Autora: Lu Ain-Zaila (cortesia)
Série: Duologia Brasil 2408 #2
Editora: Independente
Páginas: 278
Onde comprar: Loja da Autora

(R)evolução é o segundo volume da Duologia Brasil 2408, escrito pela autora nacional Lu Ain-Zaila e estava particularmente ansiosa para ver a conclusão dessa duologia que tanto me instigou no ano passado.

Ena, nossa protagonista, finalmente rompeu o véu que escondia a verdade sobre o dia do Atentado, que culminou na morte de seu pai, e está disposta a falar sobre isso com o mundo, mas será que seus esforços surtirão efeito?

[Resenha] A Última Dama, Elizabeth Fremantle

Título: A Última Dama
Autor: Elizabeth Fremantle
Editora: Companhia das Letras | Selo: Paralela (cortesia)
Páginas: 384
Onde comprar: Amazon

"Nos meus próprios aposentos, eu vou fazer o que quiser."

A última dama, é um romance histórico que relata os últimos anos do reinado de Elizabeth I.

Penélope é uma moça de uma beleza sem igual e vem de uma linhagem nobre. Sua mãe, foi uma das poucas mulheres que ousaram desafiar a Rainha Elizabeth I e com isso acabou sendo exilada da corte. Mesmo com essa marca na família, Penélope conseguiu cair nas graças da rainha, o que incomoda muita gente. Ela terá que usar sua inteligencia para criar alianças e lidar com as intrigas da corte.

[Resenha] O poder, Naomi Alderman


Título: O poder
Autora: Naomi Alderman
Editora: Planeta | Selo: Planeta Minotauro (cortesia)
Páginas: 368
Onde comprar: Amazon

“O que você faria se tivesse o poder em suas mãos?”

O poder, escrito pela Naomi Alderman, nos apresenta à história de um universo onde as mulheres começam a ter o poder de eletrizar as pessoas da perspectiva de quatro personagens: Allie, uma jovem órfã que, ouvindo uma voz interna, torna-se Mãe Eva, uma líder espiritual; Margot, a prefeita de uma cidade norte-americana que quer subir de cargo e precisa, ao mesmo tempo, lidar com sua filha; Roxy, a filha de um mafioso que vê sua mãe sendo assassinada a mando de um inimigo de seu pai e, nesse momento, descobre seu poder; e Tunde, um jovem rapaz que é o primeiro a gravar o uso de poder por parte das mulheres e é um nome muito conhecido no mundo jornalístico.

[TAG] Pátria Amada


Olá pessoal!

Vi uma TAG que a Paola Aleksandra criou e decidi responder, pois acho importante falarmos sobre literatura nacional. A TAG chama-se Pátria Amada e consiste em relacionar alguns livros nacionais de acordo com trechos do hino, vamos conferir?


1. Brilhou no céu: Um livro ou um gênero literário que merece mais destaque no cenário nacional.

Vou escolher um gênero que é Distopia. Eu não vejo muitos livros desse gênero sendo lançados, mas, quase todos que li, foram maravilhosos.

[Resenha] A rebelde do deserto - Alwyn Hamilton - A rebelde do deserto #1


Título: A rebelde do deserto
Série: A rebelde do deserto #1
Autora: Alwyn Hamilton
Editora: Companhia das Letras | Selo: Seguinte (cortesia)
Páginas: 283
Onde comprar: Amazon

"Apesar de tudo, aquele era o melhor plano à mão. Ele parecia conhecer Miraji melhor do que eu. E eu estaria mentindo se dissesse que não queria continuar perto dele. E mentir era pecado."

A rebelde do deserto, primeiro livro de uma série homônima, nos apresenta à história de Amani Al’Hiza, uma atiradora talentosa, dona de uma mira perfeita, que não consegue escapar da Vila da Poeira, uma cidade isolada que exige que ela seja submissa e se case de forma forçada.

Com o intuito de juntar dinheiro para fugir, ela participa de um campeonato de tiro, como homem, mas as coisas não dão muito certo e ela se vê viva apenas porque foi salva por um estrangeiro, Jin. A noite, infelizmente, não sai como ela planejou e, no dia seguinte, precisa voltar ao trabalho na loja de seus tios.