[Resenha] Nada a perder, Jeff Lemire

Título: Nada a perder
Autor: Jeff Lemire
Editora: Autêntica | Selo: Nemo (cortesia)
Páginas: 372
Onde comprar: Amazon

Essa foi uma oportunidade brilhante para ler uma HQ em que os traços das ilustrações, dizem muito sobre a personalidade do nosso protagonista.

Eu busco sempre estudar sobre as histórias em quadrinhos e os traços dos desenhos, mesmo que não tenha talento nenhum eu amo admirar as produções artísticas dos autores, e não foi diferente com o Jeff Lemire. Vi várias pessoas falando bem da obra Nada a perder, lançado pela selo Nemo da Autêntica, e fiquei conectada do começo ao fim com essa narrativa verbo-visual.

Derek Ouelette é um cara completamente ferrado. O seu lugar preferido é o bar onde passa maior parte do seu tempo se lamentando pelos erros do passado. Agora, ele vive em um quartinho dentro do estado de hockey. Fechado e com cara de poucos amigos, nosso protagonista já foi uma estrela de sucesso, mas fez questão de apagar a sua cometendo vários erros.

A cidade que protagoniza todo o drama se chama Pimitamon. É nela que Derek arruma confusão, bebe e ferra ainda mais com sua vida- enquanto pode. A medida que lemos, uma mulher nos é apresentada. Sua vida é dolorosa. Ela teve que fugir para Pimitamon, pois era agredida pelo seu ex. Ela nada mais é que a irmã de Derek.


Por mais ferrado que estejam, ambos tentam se ajudar. Eles tiveram uma infância difícil, pois o seu pai era alcoólatra, o que diz muito sobre a personalidade do próprio Derek. Ele sabe que não vai ser fácil sair de vez dessa situação. E, para piorar esse cenário o ex de sua irmã vai em busca dela na cidade.

Para não cometer mais absurdos e liberar o seu lado explosivo, Derek terá que fazer escolhas que não mais afetaram a si próprio, mas também a sua irmã. Traduzindo essa sensação de desespero em outras palavras, nosso protagonista tem apenas duas escolhas. Será tão fácil decidir?

Nessa narrativa, Lemire usou cores fortes para destacar aspectos negativos da vida do personagem. Em meio ao preto e azul, sentimos a frieza por parte do personagem. Ao passo que lemos alguns quadrinhos, entendemos que o passado dos dois diz muito sobre quem eles são hoje.


Derek não era um cara agressivo, mas foi obrigado pelo pai a ser "homem". Foi obrigado a jogar hockey e lutar por um sonho que não era dele. Sua irmã? Nunca teve a presença dos pais para lhes instruir a fazer escolhas. E é dessa forma refletimos sobre o quanto nossa infância pode contribuir com a fase adulta.

As partes mais difíceis desse enredo foram os momentos de agressividade do Derek, que apesar de tudo tinha um coração bom. Nada a perder é um história que fala sobre a busca por redenção, sobre acertar as contas com o passado, sobre tentar fazer diferente. Temos que aceitar os nossos medos, pois uma hora prestaremos conta ao passado. Portanto, recomendo a leitura para os amantes de HQ, apaixonados por sport, e fãs de um drama envolto de suspense que desperta adrenalina.

A Editora Autêntica caprichou nessa edição, só posso desejar ler ainda mais quadrinhos do autor, pois enredos como esse valem à pena.

Classificação:

14 comentários

  1. Oi, Amanda!
    Já ouvi alguns comentários sobre o trabalho de Jeff Lemire, mas nunca tinha visto realmente uma HQ dele. Achei o traço e o uso das cores muito bonitos também e a história dramática de Derek e sua irmã parece algo que me conquistaria. Se tem uma coisa que eu amo são dramas com personagens amargurados, então fiquei muito interessada nessa HQ. Muito obrigada pela dica! Beijos!

    Jéssica Martins
    castelodoimaginario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Estou doida por este livro tem um tempo. Ou melhor, para ler, mas ainda não tive a oportunidade.. Tempo corrido.

    Nunca tinha visto ua edição por dentro e está incrível.
    Babei aqui. Trabalho de excelente qualidade.

    Já quero.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Eu não sou conhecedora de HQs. Mas achei interessante a proposta e a sua interpretação dessa edição. Os traços são bonitos e para os fãs do gênero sem dúvidas é uma leitura que vale a pena conhecer.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  4. Estou começando a ler HQ's e é sempre bom pegar novas dicas, pois sou bem por fora do que é lançado. Gostei bastante da premissa dessa, e os traços e cores me chamaram a atenção também. Fiquei triste pelo personagem ter ensinado desde cedo a ser agressivo para poder ser homem. :/
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Ola!!

    Confesso que eu nao sou uma pessoa que entende sobre esse tipo de literatura, porem, achei a historia bem interessante poisbate um tenpo atras nao sabia que dxistia historias assim em quadrinhos. Achei a ilustração linda e o jogo de cor sensacional.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Não leio histórias em quadrinho desde a infância, mas quanto mais vejo pessoas comentando sobre essas histórias mais curiosa eu fico, desejando ter a oportunidade de lê-las.

    Os pais realmente podem afetar de maneira decisiva as escolhas dos filhos, que muitas vezes contaminados por um lar desestruturado não têm forças para serem diferentes, para se libertarem. Entendo a situação do Derek e da irmã dele. Imagino o sofrimento que eles devem sentir. :(

    É uma HQ que fiquei com vontade de ler, mas acredito que dificilmente terei a oportunidade em 2019. São muitas leituras na lista.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oii tudo bem ?
    Acho que já vi essa hq em algum vídeo não tenho certeza, a premissa e bem interessante e em forma de hq pode ajudar o leitor a e entender melhor a história.
    No momento ela não despertou meu interesse mais quem sabe na próxima.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi Amanda!
    Adoro Hq, como toda a leitura sempre passa para nós um aprendizado, suas ilustrações e sua resenha foram o que me deixou curiosa em saber mais da história de Derek, dica anotada, bjs!

    ResponderExcluir
  9. Parece bem legal essa HQ, ainda mais para quem gosta do gênero. No meu caso, não sou muito fã, até estou com uma HQ para ler, mas não consigo terminar, rsrrs. Mas não posso negar que os traços e ilustrações são bem bonitas.

    ResponderExcluir
  10. Olá Amanda, tudo bom?
    Não conhecia essa HQ mas fiquei super curiosa para conferir depois dessa resenha! Adorei as cores propositais, que mostram muito da situação e da personalidade do personagem e adorei saber que é um enredo que retrata a busca por redenção, fazer diferente e descobrir quem você é de fato e o que de você foi formado pelas expectativas de outras pessoas. Dica mais que anotada ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oi Amanda! Que traço mais lindo, poxa vida! Tô absurdamente encantada! Vi alguns posts sobre o quadrinho mas nao sabia ao certo sobre o que ele falava, fico feliz em ter encontrado sua resenha, com certeza é uma obra que espero ler em 2019.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Amanda! Tudo bem?
    Eu não conhecia essa HQ, mas deu para perceber que o traço é realmente muito bonito.
    Achei o enredo bem interessante e os personagens parecem ser complexos e bem construídos, o que sempre enriquece a leitura. No entanto, eu não curto muito ler HQs. Talvez seja só uma questão de não ter o hábito de ler quadrinhos, mas sempre fico com a sensação de que não absorvi tudo que a leitura poderia oferecer.
    Por esse motivo, vou passar a dica desta vez. Mas adorei sua resenha e fico feliz que tenha gostado tanto.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Gostei demais da premissa dessa HQ, ainda mais que fala sobre acertar contas com o passado e tentar fazer diferente. Deve ser uma leitura bem reflexiva. Gostei da resenha e a HQ chamou demais minha atenção. Anotei na minha lista, já que em 2019 quero começar a ler esse tipo de leitura.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Mandinha ♥
    Eu não conhecia o livro, até por que não sou muito fã de HQ, mas esse em especial chamou muito a minha atenção. Fiquei curiosa para saber um pouco mais sobre o protagonista. Achei muito envolvente. Creio que seja uma leitura que no final nos trás uma lição sobre algumas coisas da vida. Adorei sua resenha ♥

    ResponderExcluir