sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

[Resenha] Cores de outono, Keila Gon - Trilogia Cores #1

Título: Cores de Outono
Autora: Keila Gon
Série: Trilogia Cores #1
Editora: Mundo Uno (cortesia)
Páginas: 408
Onde comprar: Amazon

“ - Sempre podemos alterar nosso destino, com nossas decisões.”

Cores de outono é um livro que começa com o preto no branco. E, à medida que vamos conhecendo os personagens principais e secundários, que compõem a trama, conseguimos colorir com exatidão de detalhes cada cena para tornar o livro fantástico. Escrito por Keila Gon e lançado pela Mundo Uno, a obra possui um enredo que chama atenção não por falar de seres sobrenaturais, mas a paixão com que cada personagem foi escrito, e o modo como delineiam suas escolhas nos satisfazem até o fim. Mas será que esse volume é único? Espero que não seja.

A nossa protagonista se chama Melissa, e agora ela tem a difícil tarefa de cuidar de sua irmã mais nova. Ora, por que cabe a ela essa responsabilidade? O fato é que não conseguimos prever a morte, apenas sabemos que um dia ela chegará. E chegou para sua mãe e seu o padrasto, que morreram em um terrível acidente. Para fugir desse pesadelo, ela irá voltar para o único: a casa de seu avô. Mas há um grande porém, que a faz pensar duas vezes. Quando pequena, ela teve de sair cidade natal com sua mãe, porque cidade pequena sempre gera fofoca. Sendo a sua mãe, solteira. Não havia outra alternativa, senão sair daquele ninho de cobras. 
“Palavras são importantes...poderosas. Podem esconder verdades ou revelar mentiras e não gosto de ser protegida por mentiras. Prefiro me machucar com a verdade.”

Ela sabe que não tem escolhas e quando chega na cidade é alvo de muitos falatórios. Aos poucos ela tenta se acostumar com aquela rotina e não dar mais ouvido ao que os moradores pensam. Só que Mel tem uma sina para atrair perigos e um deles se chama Vincent Dippel. Calma... vou explicar melhor! A menina adorava caminhar pela montanha, porque lá ela sentia-se livre para esquecer a quantidade de problemas; e por entre a floresta uma família muito estranha morava. Todos da cidade tinham medo de passar perto daquela casa, que por sinal era chique!


Curiosa como sou, eu não perderia a oportunidade de saber se os boatos são verdadeiros. E a Mel fez exatamente isso: foi atrás do perigo e acabou conhecendo Vincent. O primeiro olhar. O primeiro toque. A primeira troca de sorrisos. Tudo nela chama atenção dele. Tudo nele é novo para ela. Ao invés de sentir medo, ela fica curiosa para saber a natureza e o mistério que há por trás dos Dippel. Em meio a tantas descobertas, Melissa está no meio de uma cruzada com a qual não pode mais olhar para trás. O que ela fará para se proteger e também para proteger a sua irmã?

Apesar de toda confusão que Vincent causava em mim, estava de certa forma aliviada por ele estar aqui comigo. Não conseguia explicar isso a mim mesma, era apenas uma certeza, que de alguma forma me deixou segura. A situação poderia se turbulenta, errada, assustadora, confusa... mas ver seus olhos incrivelmente azuis brilharem debaixo da chuva era a única coisa boa no momento.(...)


Aiiiii. Esse livro é suspiros do início ao fim. Podem me punir, mas quando adolescente fui apaixonada por Crepúsculo e é inegável não sentir uma ligação entre as duas estórias. Por outro lado, Cores de Outono não chega a ser clichê nem mesmo previsível. Não há como prever as ações de Vincent, muito menos as escolhas de Melissa. Ela não é uma personagem passiva muito menos que aceita ordens. Sim, é uma personagem imatura, que vai crescendo durante a obra; isto sugere uma continuação para a obra. Não acredito que o volume seja único.

Vincent tem todos os atributos necessários para nos fazer delirar, como também dilacerar o coração de uma alma tão apaixonante quanto a da Mel. São personagens que nos toca e que nos atrai para dentro da obra e não nos empurra para fora dela. 
“ - As pessoas escolhem ser boas ou más e essa é uma escolha que continuamos a fazer por toda a vida, todos os dias. Das pequenas às grandes decisões.”

Eu gosto muito da capa escolhida para essa obra, embora que eu sinta falta de muitas "cores", ainda sim, casa bem com a proposta do livro e a época em que se passa o enredo. Acredito que o título também diz muito sobre o estado da personagem, principalmente esse meio termo em que ela está vivendo. Antes que o inverno chegue, a Melissa terá que se acertar com o passado para só então seguir em frente.


Posso garantir que a escrita da Keila é apaixonante e nos influência a escolher um lado dentre as personagens. Toda a ambientação e narração em um estilo americano/britânico traça um perfil perfeito para que a obra tenha o sucesso que tem! Por isso se você curte fantasia envolto de mistério e drama eis uma leitura para um bom feriado. 
“Esse homem tinha sérios problemas de socialização, de humor, e ainda havia espaço para um emaranhado de esquisitices emocionais impossíveis de descrever.”

Classificação:

15 comentários:

  1. Ahhh....eu não conhecia o livro e estou aqui encantada com a resenha! Como não querer ler um romance assim? Tão jovem, tão puro e inocente?
    Já está indo para a lista de desejados e quero muito ter a oportunidade de conhecer a história por trás dos personagens e claro, poder suspirar também!rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Amanda!

    Tudo bem? Eu ainda não tinha ouvido nada a respeito do livro, então a sua resenha é o meu primeiro contato com ele e parece ser um romance tão lindo!

    Eu adorei como descreveu a escrita da autora e o próprio livro, mas eu honestamente fiquei desanimada por causa da comparação com Crepúsculo, que é de longe um dos livros que já li e menos gostei, mas esta é uma questão bem pessoal. Do mesmo jeito que detestei a saga, tem um milhão de gente que amou e provavelmente esse livro pode ser mais indicado a este segundo grupo.

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  3. Impossível não amar livros que nos tira suspiros, eu particularmente amo. Não conhecia a trilogia, mas parece ser uma boa pedida para mim. Dica anotada.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Sou apaixonada por livros com mistério e fantasia <3
    É a minha paixão e esse livro parece ser bastante interessante,já quero na minha estante.
    Percebi seu desespero em ele ter uma continuação hha,espero que tenha.
    Espero poder ler um dia.
    Adorei a resenha.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Jamais vou te punir, eu era fã assumida de Crepúsculo, e confesso que sinto saudade de todo o fanatismo que eu tinha pela série, creio que sua resenha reacendeu essa chama hahaha obrigada por isso! Não conhecia a autora nem a obra, mas já de saber que te agradou fiquei interessada.

    ResponderExcluir
  6. Oi!

    A capa me da um ar super clichê, mas fiquei feliz ao ler que a história não é tão previsível quanto parece. Adoro livros que me deixam suspirando desde e o começo e, apesar de eu não gostar de crepusculo, acho que não me incomodaria com a semelhança. Anotei a dica. :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  7. Amanda, o que mais me deixou com vontade de conhecer essa história foi você falar que o livor é de suspirar do inicio ao fim. Eu amo livros assim e já quero ler agora mesmo.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Estou com o exemplar desse livro aqui para ler. Comprei na Bienal do Rio. Pretendo ler nos primeiros meses de 2018, mas eu espero que o livro não seja tão parecido com Crepúsculo como você falou, porque não gosto muito do romance da S. Meyer. Enfim, ótima resenha haha
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi amanda. Que gostoso ver que esse livro é tão positivo e surpreendente assim. Gosto de tramas que trazem drama, e apesar de não ser fã de fantasia, fiquei meio a fim de dar uma chance principalmente por lembrar crepúsculo eheh. Creio que não seja único não, e logo deve vir outro livro, tomara que seja logo né.

    ResponderExcluir
  10. Olá, Mandy ♥
    quem nunca foi apaixonada por Crepúsculo? rsrs.
    Fiquei muito curiosa com a premissa da história e saber que não é clichê já é algo que me agrada bastante, pois hoje em dia é raríssimo encontrarmos enredos fora do comum.Confesso que por mais que a capa remeta muito sobre a obra ainda não me encheu os olhos, mas é aquele ditado " Nunca julgue um livro pela capa." Amei sua resenha e já fiquei curiosa para fazer leitura.

    ResponderExcluir
  11. Oie!!
    Ai que resenha linda!! A capa do livro é realmente linda, achei que combinou com o título. Quando a história, pela sua resenha dá pra perceber que ela é bem fofinha e apaixonante. Amo livros nesse estilo, sou bem romântica e sim, Crepúsculo fez parte da minha adolescência também, entãooooooooooo.... quero! auhsuahsauhs

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  12. Oiii,

    Se você não tivesse mencionado crepusculo eu nem ia me tocar de onde é que eu conhecia um enredo parecido rs. Mas realmente me pareceu uma historia cativante e a maneira como você escreveu a resenha deu pra ver que realmente foi conquistada pela obra. Vou procurar saber um pouco mais e tentar dar uma chance pra obra.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Nunca tinha lido nenhuma resenha sobre esse livro e não sabia sobre o que se tratava, apesar de vê-lo direto através das redes sociais. Como você citou Crepúsculo, e sou fangirl real oficial, já fiquei interessada para conhecer melhor essa obra.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bom?

    Eu ainda não li esse livro, apesar de ter uma amiga que é muito fã dessa autora. E, ainda por cima, vejo muitos comentários positivos quanto ao seu trabalho, mas sempre acabo adiando a leitura. Assim como você, eu sou curiosa por natureza e também iria querer saber se os boatos são verdadeiros. Eu não leio muito fantasia e não sou fã de Crepúsculo, mas se a Keila tem uma escrita apaixonante e não é tão clichê assim, talvez eu também goste da leitura. Vou colocar na minha osita de desejados ;)


    Enfim, gostei muito da resenha e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Adorei a empolgação com o livro na sua resenha, com certeza é uma história incrível e que se não tivesse lido uma resenha tão completa talvez não tinha dado uma chance a ele.
    Adoro personagens fortes, que correm atrás para desvendar mistérios, mocinhos sedutores que arrancam suspiros e ainda tendo um toque sobrenatural fiquei ainda mais animada.
    Espero um dia poder ler

    ResponderExcluir