quinta-feira, 3 de agosto de 2017

[Filme] Dunkirk

Título: Dunkirk
Lançamento: 2017
Duração: 1h48min
Direção: Christopher Nolan
Gênero: Ação/Drama
Sinopse: Filme baseado na história da Operação Dínamo, que conseguiu resgatar mais de 330 mil homens da cidade que dá nome ao filme, durante a Segunda Guerra Mundial. A operação envolvia a retirada da Força Expedicionária Britânica e de outras tropas aliadas do porto de Dunkirk, cercado pelas forças nazistas, que naquele começo de guerra já invadia os Países Baixos e o Norte da França. Enquanto a liderança do exército inglês calculava que apenas 25% da FEB conseguiria sair do cerco, a operação conseguiu tirar a salvo de Dunkirk mais de 330 mil homens das forças da França, do Reino Unido, da Bélgica e da Holanda. A Operação Dínamo e a Batalha de Dunkirk ocorrida entre maio e junho de 1940.

Eai galera! Desculpem esse intervalo entre um post e outro, prometo que vou tentar reduzir o tempo KKKKK.

Não queria fazer minhas resenhas sobre filmes que estão estreando agora, mas, dessa vez, se trata de um caso à parte.

Fui conferir o filme logo na estreia devido ao hype criado pela mídia – queria verificar se era tudo isso – e a temática histórica da SEGUNDA GUERRA MUNDIAL sempre me interessou – filmes como O Resgate do Soldado Ryan, A Lista de Schindler, A Queda, O Grande Ditador e muitos outros são obras que admiro (futuramente posso fazer uma resenha de algum desses).

A maioria das resenhas que li sobre o filme abordam aspectos técnicos de forma superficial juntamente com uma perspectiva histórica rasa fundamentada apenas na sinopse do filme.

A história é contada por meio de três perspectivas: a visão dos homens na praia, a visão de um barco de resgate e a visão de um piloto. Até aí tudo bem, mas aí é que está a genialidade de Christopher Nolan na estruturação do roteiro: cada perspectiva possui uma temporalidade. A primeira visão se inicia 7 dias antes do resgate dos homens que estão na praia de Dunkirk, a segunda se passa 1 dia antes enquanto a terceira apenas 1 hora. No decorrer do filme as visões vão se completando, garantindo uma complexidade maior e um arcabouço bem detalhado.


A experiência criada pelo diretor para nos contar história de soldados ingleses e franceses presos na praia francesa de Dunkirk é original. A cada explosão, a cada tiro ou a cada grito parece que estamos juntos dos soldados no conflito. A característica imersiva do filme é tão grande que é capaz de causar desespero em todas as cenas.

A conjuntura da Europa na época é um personagem muito importante do roteiro. Vemos o exército implacável da Alemanha, ainda que nenhum soldado seja mostrado diretamente. Toda a força nazista é mostrada pelo medo nos olhos dos ingleses. Isso não poderia ser diferente, uma vez que os planos de Hitler de invadir países mais fracos em seu caminho para a França garantiram um sentimento de invencibilidade aos seus soldados, fazendo com que tivessem um ânimo maios para seguir em frente.

Outro ponto importante a ser citado é o plano do líder inglês Winston Churchill (o governante das mãos de ferro) para tirar os soldados da praia. Barcos civis poderiam chegar ao local e levar os soldados embora porque não encalhariam na areia. Eles seriam protegidos por aviões ingleses dos bombardeiros alemães (as cenas do ar são de tirar o fôlego e de provocar frio na barriga). O plano deu certo, os soldados voltaram vitoriosos. Isso garantiu à Inglaterra um sentimento de animação, fazendo com que ela retornasse à guerra contra os alemães. As cenas finais do filme deixam o nacionalismo Inglês em evidência quando mostram os soldados resgatados sendo enaltecidos como heróis.


Nolan conseguiu contar a história de uma forma única. No meio de tantos blockbusters e tantas franquias, um filme original e com conteúdo é de maravilhar os olhos e o coração de quem ama cinema. É um filme para ser visto e revisto na maior caixa de som possível para que sempre tenhamos o sentimento de estar dentro da história, afinal, o cinema possui a capacidade incrível de nos fazer viajar!

Nota para o filme: 5/5


PS: caso tenham algumas sugestões de filmes, deixem nos comentários.

16 comentários:

  1. Olá, tudo bem?

    Fico feliz que tenha gostado do filme e achei a sua crítica super legal. Quero assistir esse filme o quanto antes, adoro filmes e livros sobre Guerras Mundiais. Dica anotada!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Ola
    Fiquei bem curiosa quanto a história desse filme e não sei como não tinha lido nada a respeito anteriormente. Suas impressões despertaram o meu interesse e com certeza irei procurar para assistir, porque gosto muito de ambientações assim. Obrigada pela dica!
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  3. Oi, essa já é a terceira resenha que esbarro sobre o filmes, e agora quero mesmo assistir ao filme. Vou ver se consigo assistir antes que saia de exibição – isso se já não estiver saído.

    ResponderExcluir
  4. Oi Vinicius, só tenho lido e ouvido coisas boas sobre o filme e claro, estou mais que animada para conferir, até porque amo filmes de guerra e conheço pouquíssimo sobre o que foi essa operação dínamo. Valeu pela dica.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bem?

    Anotei esse filme para assistir, pois realmente entre tantos blockbusters é dificil encontrar um filme original assim... Adoro filmes de guerra e depois desse post tenho certeza que vou amar esse filme

    Obrigada pela indicação
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Olá tudo bem?

    Guria já li algumas coisas bastante boas sobre esse filme, mas ele não faz muito o meu estilo de filmes, acabo sempre passando mal com filmes de guerra por isso por enquanto passo a dica, mas estou curiosa sobre ele, ainda mais com tanta marketing em cima dele!

    Bjss

    ResponderExcluir
  7. Gosto de coisas sobre a segunda guerra mundial e não conhecia esse filme!

    Gostei muito de ler suas impressões, fiquei curiosa a respeito do livro. Que bom que, em época de filmes que seguem uma moda, surja um que nade contra a correnteza e se prove tão digno quanto qualquer outro filme, de brilhar!

    Abraços!
    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  8. Não sabia desse filme, sério! Esse ano ando bem desconectada de filmes, ando sem paciência para eles. Vou indicar esse filme pro meu marido, ele ama a temática da Segunda Guerra Mundial. Quem sabe eu assista com ele, se minha paciência deixar rsrs Bexitus, Tay!

    ResponderExcluir
  9. Oi.
    Eu ainda não tinha ouvido falar sobre esse filme, e achei muito interessante, pois adoro histórias sobre a Segunda Guerra.
    Achei genial a história ser contada a partir de três perspectivas, de três grupos e em momentos diferente, realmente deve dar uma visão ampla e complexa do enredo.
    Gostei da dica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Olá!!
    Também gosto bastante de filmes sobre a Segunda Guerra Mundial, mas há muito tempo não assisto um que eu goste de verdade...
    Não conhecia este, e sua resenha me deixou com muita vontade de assisti-lo, principalmente pela questão das três perspectivas, que já mostra um cuidado maior com o enredo que vai se encaixar no final.
    Obrigada pela dica!
    Um beijo

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  11. Oi Bruna,
    eu não tinha ouvido/lido nada a respeito desse filme. Nos últimos tempos tenho evitado tramas que abordem essa época em específico principalmente pela atividade nazista que causou tanta dor e sofrimento. Apesar disso, pude perceber através das suas impressões que essa é uma obra incrível e que deve ser conferida por quem gosta do assunto.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Oi Vinicius! Tudo bem?
    Um filme do Nolan ambientado na Segunda Guerra Mundial?
    Se o filme tiver a pegada da trilogia do Batman eu com certeza vou amar. Mas pode ser que eu também não aprecie, dado que tema histórico requer muito cuidado em ser abordado em razão da fidedignidade à situação realmente ocorrida.
    Excelente texto.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Eu AMO tudo relacionado à guerras. Odiava a aula de história, dormia sempre, mas chegava nos assuntos sobre guerras, principalmente as mundiais, eu era a primeira da fila e prestava atenção em tudo. Sou apaixonada. Mas enfim, eu amei a dica! Não tinha ouvido falar do filme ainda, mas com certeza vou dar uma conferida e botar no último volume da caixa de som ❤️
    Um beijo

    ResponderExcluir
  14. Olá Vinícius,

    Estava procurando pela resenha desse filme, pois não tinha ouvido falar muito dele. Não sou muito acostumada a ver filmes relacionados a guerra, mas são os preferidos do meu noivo, mas ao saber que a historia é vista por três perspectivas e que o filme foge do clichê fiquei mais interessada. Dica anotada...

    Beijos e obrigada pela resenha
    http://floraliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, Vinícius

    Excedente crítica, ainda mais por ter abordados mais aspectos do filme. Gostei especialmente desses três pontos da narrativa e suas três. relações temporais em relação ao resgate. Entretanto, filmes com esta temática não fazem meu estilo, então por isso não assistirei no cinema. Digo no cinema, pois quando chegar na TV a cabo e eu estiver de bobeira... quem sabe?

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi!
    Adorei sua crítica sobre o filme.
    Com certeza é um excelente filme sobre a guerra e pelo jeito ele é muito bem construído e bem feito.
    Mas infelizmente não faz meu estilo de filme porque não curto mto filmes com temática de guerra, apesar de meu marido gostar muito

    ResponderExcluir