[Resenha] Tash & Tolstói; Kathryn Ormsbee

Titulo: Tash e Tolstói
Autor: Kathryn Ormsbee
Editora: Cia das Letras | Selo: Seguinte (cortesia)
Páginas: 376
Onde comprar: Amazon

- Natasha Zelenka é apaixonada por filmes antigos, livros clássicos e pelo escritor russo Liev Tolstói.

Olá leitores, tudo bem com vocês? Hoje trago um dos meus queridinhos de 2017: Tash e Tolstói!

Natasha Zelenka, ou Tash - como gosta de ser chamada-, é uma jovem de 16 completamente apaixonada por Liev Tolstói. Uma paixão que começou com Anna Karenina e que também desencadeou a vontade de produzir uma Websérie no canal do Youtube inspirada neste roteiro, juntamente com seus melhores amigos: Famílias Infelizes!

Mesmo possuindo um público devotado, a websérie não fazia tanto sucesso, mas tudo muda quando uma famosa Youtuber indica Famílias Infelizes como uma das melhores produções independentes ao prêmio Tuba Dourada e Tash se vê diante de uma viralização.

"Não é engraçado como algo pode ser uma piada por muito tempo e de repente não ser mais? Você ri de uma nova música pop horrível até o fatídico dia em que se pega ouvindo vinte vezes seguidas sem nenhuma ironia". 

Tash e sua melhor amiga Jack se veem obrigada a conseguir lidar com a fama de ultima hora, e também a lidar com os haters e todo problema que a notoriedade traz consigo.

"Sempre vai ter quem não goste do seu trabalho. É direito deles criticar. E é seu direito continuar fazendo o que acredita".  

Diante da nova realidade, Natasha tem que lidar com difíceis escolhas, principalmente em relação ao cotidiano que levava e também em relação a sua convivência com os melhores amigos. Além do mais tinha estava aprendendo a conviver com sensações estranhas em relação a recente descoberta sobre sua "opção sexual".

"Eis outra pérola de sabedoria de Tolstói, o mais genial dos homens: 'A Vida é verdadeiramente vivida quando pequenas mudanças ocorrem'. Parece genérico, eu sei – como algo que estamparia em uma almofada. Mas parece mais profundo na negativa: 'Você não está vivendo de verdade se nada estiver mudando'. Então, tipo, você não deve ter medo de mudanças, porque elas nos lembram de que estamos vivos e de que algo está acontecendo conosco".

Diante de tamanhas mudanças e desafios, Tash irá descobrir sua melhor versão e conseguir transmitir várias lições com suas atitudes.


Tash e Tolstói foi uma das minhas melhores leituras dos últimos tempos. Com aquela vibe gostosinha que nem percebemos quando o livro chega ao fim.

Com um YA de qualidade, Kathryn Ormsbee conseguiu cativar leitores de todas as idades. E o mais engraçado foi quando estava lendo esta obra na sala de espera do médico, e fui abordada por uma senhora a qual elogiou o título da obra e recitou uma famosa frase de Tolstói, que inclusive dá abertura ao seu romance Anna Karenina:

"Todas as famílias felizes são iguais. As infelizes o são cada uma à sua maneira". 

Além de todas as surpresas que o livro nos traz, ainda aborda a assexualidade, um tema muito desconhecido por muitos. Demonstra os desafios de uma pessoa assexuada e todo preconceito gerado por alguns que rodeiam.

"Fico imaginando se é demais pedir para ser teletransportada para outra dimensão, onde isso não seja importante. Porque, presa nesta, penso que minha única possibilidade é ser uma decepção. Uma garota que precisa ser consertada". 

Kathryn Ormsbee nos presenteou com Tash e fez enxergar além das aparências. Mostrou que todos podem romper barreiras e enfrentar desafios. É uma obra muito bem construída e cativante que demonstra claramente o talento que possui.

É uma leitura rápida e divertida, indicada a todo público!

                                                                     Classificação:

12 comentários

  1. Olá!! :)

    Eu nunca tinha ouvido falar deste livro, confesso, mas a verdade e que fiquei bastante curioso com ele!!

    QUe bom que e uma leitura tao boa, e um YA de tamanha qualidade, capaz ainda de nos fazer refletir!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  2. Oii, tudo bem?

    Amei a capa do livro, assim como os assuntos abordados na obra, principalmente sobre a assexualidade, que é algo que não se vê com frequência em livros, pelo menos eu não vejo, nunca li nenhum que tivesse esse tipo de abordagem, o que acho que faz muita falta, pois é um assunto não muito conhecido.
    A trama parece ser muito interessante de se ler, e eu estou bastante curiosa. Adorei os quotes que você separou, todos bem verdadeiros.

    Obrigada por compartilhar!!
    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  3. Olá, como vai? Olha só que livro lindo e, eu jurava que era uma HQ...kkkk
    Como eu disse fiquei bastante tempo achando que esse livro fosse uma HQ, com algumas das obras do Tolstoi desenhada mas, não estou decepcionada porque, a história desse livro parece ser interessantíssima e voltada para o publico jovem. Gosto de histórias que abordem tema complexos e pouco falado em livros de uma maneira mais tranquila e direta, sem ofender ninguém, apenas com o intuito de informar sobre a situação.
    Parabéns pela resenha e pela indicação.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  4. Logo que o livro foi lançado eu não tinha me interessado muito pela história, mas conforme fui conferindo as resenhas percebi que foi um erro não ter solicitado a obra. Estou louca para ler, e sua resenha me deu mais uma empolgada.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Amanda. Que linda resenha, menina. Eu estou curiosa com esse livro desde o lançamento dele e adorei poder conferir a sua opinião com a leitura. Tenho certeza de que se eu for ler que vou gostar muito também.

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Gostei da premissa do livro que trata sobre o mudo aparências que vive a sociedade e além de relembrando grandes clássico da literatura.
    Então uma super-dica anotada.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Eu quero para mim, achei genial a história da menina que quer produzir uma série com os amigos e tudo em HQ, perfeito, fora que tem a referência a Liev Tolstói.

    ResponderExcluir
  8. Olá já vi muitas resenhas sobre este livro, eu particularmente nunca tive a oportunidade de ler, mais acho que para entender melhor seu conteúdo eu deva conhecer os escritores em que a autora se baseou primeiro, beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá
    Uau preciso urgente ler este livro! Confesso que acho a capa linda mais ainda não tinha lido nada sobre ele por isso não tinha muita vontade de ler, mas agora depois da sua resenha eu preciso.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oiii, Amanda, tudo bem?
    Que show essa indicação, gostei de ver os assuntos extremamente importantes e abordados nesse livro, então dica anotada e sei que me encantaria completamente. Ótima resenha <3
    beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem? Já tinha ouvido falar do livro, porém nunca tinha me atentado para uma resenha sobre o mesmo. Adorei a resenha, e com certeza dica anotada. Gosto da representatividade que traz, e lerei o mais breve possível. Ótimas palavras!
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem Amanda?

    Eu já conhecia esse livro e gosto bem dessa capa. Gostei muito da sua resenha, ficou bem escrita e achei legal conhecer a sua impressão, mas também achei legal de ver os assuntos abordados. Dica anotada!
    Abraço!

    ResponderExcluir