[Resenha] A escola do bem e do mal, Soman Chainani - A escola do bem e do mal #1


Título: A escola do bem e do mal
Autor: Soman Chainani
Série: A escola do bem e do mal #1
Editora: Autêntica | Selo: Gutenberg (cortesia)
Páginas: 352
Onde comprar: Amazon

“’Por que você quer tanto ir embora daqui? Por que acredita em histórias que sabe que não são verdadeiras?’ (...)
‘Porque eu não posso viver aqui’, disse Sophie, com a voz falhando. ‘Não consigo viver uma vida comum’.”

Gavaldon sofre um atentado a cada quatro anos. Dois adolescentes somem há mais de dois séculos e, por mais que os pais tentem proteger seus filhos, eles não conseguem. Esses dois adolescentes que são levados, pouco tempo depois aparecem dentro de conto de fadas. Os moradores do povoado descobriram que eles são levados para as Escolas do Bem e do Mal, onde aprenderão o que for preciso para serem heróis e vilões.

Nesse povoado vivem duas garotas completamente opostas: a linda e doce Sophie, que tem certeza absoluta que será levada para a Escola do Bem, e a estranha e incrédula Agatha, que é melhor amiga de Sophie, mas vive em um cemitério com roupas desengonçadas e que, se fosse levada pelo Diretor seria, com certeza, para a Escola do Mal.

No dia em que o Diretor está para chegar, os pais estão tentando proteger seus filhos, mas Sophie não quer isso, ela faz o possível para que seja vista e levada, mas Agatha, ao tentar protegê-la, é levada junto da amiga. Até aí está tudo bem, exceto pelo fato de que o Diretor deixa Agatha na Escola do Bem e Sophie na Escola do Mal. As amigas não poderiam estar mais confusas e deslocadas. Seria um erro do Diretor?

“’Novamente’, disse Pólux, com seriedade, ‘os que são Maus não podem ser Bons e os que são Bons não podem ser Maus, não importa quanto sejam persuadidos ou punidos. Embora, às vezes, vocês possam sentir as vibrações de ambos, isso só significa que sua árvore genealógica tem ramificações em que o Bem e o Mal se misturam. Aqui na Escola do Bem e do Mal nós vamos livrá-los dessas vibrações, libertá-los da confusão, e tentar fazer com que se tornem o mais puros possível...’”

Quando comecei a ler esse livro, me envolvi com os personagens e achei que havia compreendido toda a história ao conhecer um pouco os personagens, mas estava redondamente enganada, pois esse autor consegue surpreender página após página.


Sophie foi uma personagem que não me convenceu. Achei ela forçada demais. Sabe aquele tipo de pessoa que quer sempre mostrar para os outros o que é, mas que não parece ser de verdade? Sophie foi assim para mim, desde o começo do livro. Já Agatha é aquela típica personagem que se esconde por trás das coisas que o lugar onde mora ou o que veste define, então, foi bem difícil aceitar que ela era má e estava na escola errada. Acreditei, ao longo do livro, que elas estavam nas escolas certas.

O desenrolar da história, como disse, é surpreendente. Temos muitos desdobramentos que desconstroem acontecimentos anteriores e criam ideias para a história e um possível novo desfecho. Essas desconstruções aconteceram com certa frequência e, apesar de isso dar velocidade para a trama, ele também fez com que a história ficasse bastante confusa. Tiveram várias páginas que precisei reler porque não conseguia compreender o que o autor estava transmitindo ali.

Também tive problema com as descrições do autor, em alguns momentos elas eram importantes para situar o leitor na história, mas, em outros, elas eram desnecessárias e, como são bastante poéticas, isso cansa um pouco o leitor e tira a agilidade da leitura.

“Ela sempre achou vilões mais empolgantes do que heróis. Eles tinham ambição, paixão. Faziam as histórias acontecer. Vilões não temiam a morte. Não, eles embrulhavam-se na morte como se ela fosse sua armadura! Enquanto inalava o cheiro de cemitério da escola, Agatha sentiu seu sangue correr nas veias. Assim como era para todos os vilões, a morte não a assustava. Fazia com que se sentisse viva.”

O final foi outra coisa que me surpreendeu bastante. Eu tinha noção que alguma coisa similar aconteceria, mas não tinha compreendido como aconteceria e me surpreendi nesse quesito, mas, como esperado, o final foi bastante aberto e me deixou ávida para ler o segundo volume e saber o que vai acontecer com esses personagens que tanto me encantaram.

Apesar de ter sido um livro com alguns problemas, foi um livro bem escrito e que serviu muito bem como introdução para a história. Estou bem curiosa para ler os próximos livros e com as expectativas nas alturas.  

Classificação:

10 comentários

  1. Oi Bru ♥

    Tudo bem? Então, a Ana estava lendo esse livro recentemente e vocês duas parecem concordar em bastante coisa, mas pelo que entendi ela parece ter ficado beeeem frustrada com esse final.

    Eu fico feliz que tenha curtido a história, mas pessoalmente não fiquei empolgada com a premissa do livro não. Tenho evitado YA porque realmente não consigo mais sentir empatia pelos dramas adolescentes mais (sério, é uma coisa bem rara). É uma pena que a Sofie não tenha te convencido, a Ana reclamou bastante dela e de suas motivações comigo, por outro lado que bom que o final te surpreendeu bastante. Isso é bem que legal ♥

    Beijinhos - Jessie
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?

    Fico feliz que tenha gostado do livro, eu já tinha ouvido falar sobre ele, eu geralmente costumo gostar dessa coisa de vilão e herói, então acredito que vou gostar muito da leitura, seus comentários me deixaram muito empolgada. Já está na minha lista de desejados.

    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  3. Olá. Eu estou doida para ler essa série toda. Sua resenha me deixou animada.
    Eu amo um bom vilão.
    Tenho lido poucos YA mas estou voltando.

    Esse volume já li. Quero o que saiu mais recente. Bem curiosa.

    Beijos.


    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Bruna, achei bem interessante o livro, nao conhecia essa historia, mas gostei muito da sua resenha. Entretanto, tenho problemas com livros que são muito detalhados e isso seria algo que atrapalharia a leitura dessa obra pra mim.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá, Bruna!

    Que história diferente! Fiquei com bastante vontade de ler. Nunca tinha lido algo sobre personagens serem levados para se transformarem em parte de contos de fadas (amo!)e foi isso que despertou o meu interesse.

    Enquanto lia sua resenha já imaginava que haveria uma troca. Que a suposta boazinha iria para a escola do Mal e a outra para a do Bem. É previsível. Os autores costumam gostar de desconstruir as coisas.rs E estou mais interessada na Agatha do que na Sophie, sinceramente. Talvez por conta do que você falou de ela ser forçada demais. Não gosto de personagens assim.

    É um livro que quero poder ler em breve! Espero conseguir!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Acho essa capa linda demais e mesmo sendo um gênero que leio pouco, estou com vontade de dar uma chance. Como faz parte de uma série, de repente nos próximos livros o autor consiga acertar esses pontos que ficaram devendo nessa livro.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Eu já vi esse livro em vários blogs e li muitos comentários sobre, mas nunca tive muita curiosidade, sabe? Até ler sua resenha, pois agora sabendo um pouco mais sobre a premissa do livro, eu tenho que confessar que fiquei um tanto animada para conhecer a obra. Bom, gostei de saber que o livro é cheio de surpresas e bem escrito, uma pena ele ter alguns pontinhos negativos, mas eles não atrapalham a leitura, então ainda vale a pena conhecer a obra. Enfim, gostei bastante de conferir suas impressões, espero um dia elr e gostar também.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  8. Oi Bru,

    É tão legal quando o autor nos surpreende e que a história que parecia previsível não é mais. Eu tenho ouvido falar bastante sobre esse livro, mas ainda não peguei para saber mais nada dele, apenas agora com a sua resenha tive uma dimensão. O cunho mais juvenil me incomoda, então não é algo que eu leia por agora. Mas anotei a dica!

    Parabéns pela resenha! =)

    beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oii!!


    Achei tudo muito diferente, desde o enredo. Minha lista está enorme e o tempo limitado, mas mesmo com as partes confusas e complexas acho que iria ler. O fato de existir uma escola para o bem e outra para o mal gera conflitos e ideais de como será o prosseguimento da trama. Obrigada pela dica! Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá, ficou ótima a sua resenha. Interessante isso de duas pessoas sumirem e irem pra essa escola. Bom saber que é cheio de surpresas, vou me preparar para quando for lê-lo.

    ResponderExcluir