[Resenha] A Quinta Estação, N.K. Jemisin - Trilogia A terra partida #1


Título: A quinta estação
Série: Trilogia A terra partida #1
Autora: N.K. Jemisin
Editora: Morro Branco (cortesia)
Páginas: 560
Onde comprar: Amazon

"Durante os últimos dez anos, você viveu a vida mais comum que pôde. Veio para Tirimo de outro lugar; os moradores da cidade não se importam de onde ou por quê. Já que você obviamente era instruída, virou professora na creche local para crianças de dez a treze anos. Você não é nem a melhor professora nem a pior; as crianças a esquecem quando passam para a série seguinte, mas aprendem [...]" 

A quinta estação é um livro com marcas transcendentais, mistura realidade, fantasia e ficção científica. Uma obra multipremiada e lançada pela Morro Branco. Nele nós conhecemos um povo reprimido, que está lidando com mais uma Quinta Estação. Quietude é um lugar, cuja alma é destruída de tempo em tempos, mas este povo já está acostumado em readaptar-se. A N.K. Jemisin conseguiu interpor três enredos em um único livro. Em um determinado momento o destino trata de cruzar estas vidas em busca de um bem maior.

Devastado por um tectonismo sem fim, este é um mundo dividido entre Quietos e Orogeneses, pessoas capazes de controlar a terra. O livro narra histórias de mulheres renegadas, por um mundo que as odeia. Já nos deparamos com a tragédia de uma mãe que perde um filho. Essun chega em casa e encontra seu filho morto. Ela sabe que foi o seu marido, porque há evidências de que ele levou sua outra filha. Por isso, a vida de Essun se volta a perseguir e encontrar sua menina e o assassino. Em sua jornada, Essun conhece Syenite, uma orogenese, e Damaya- uma criança rejeitada pela família. Ambas estudam no Fulcro para aprender a lidar com seus poderes. Unidas pela rejeição, elas tentarão suportar o calor do ódio social. Mas a culpa é delas?
Não foi uma leitura fácil, acreditem. Depois de várias tentativas de leitura, consegui finalizar essa obra brilhante. Nós conseguimos visualizar o porquê que esta obra é tão aclamada e ganhou vários prêmios. O ponto positivo é que as críticas tecidas pela autora são inúmeras! Desde o preconceito racial, violência e impunidade para crimes graves. 

Começar um livro sempre é difícil, por isso eu vi que as primeiras páginas já te deixam com um nó na garganta ao saber que uma mãe perde um filho para em seguida buscar pelo outro desesperadamente.Cada personagem segue sua história até se encontrarem por uma justificativa: ódio social, negação, aceitação. Não é a toa que essa obra ganhou o Hugo Awards! Por isso você precisa ler e sentir na pele o que senti, quando me deixei levar por essa leitura.

Por ser um livro com mais de 500 páginas, o cansaço de segurá-lo bateu diversas vezes, e tive dificuldades em manter um ritmo de leitura adequado. Mas isso não tira o brilho da obra, porque a capa e diagramação interna é belíssima. É muito difícil encontrar uma obra do gênero fantasia/ficção em que a sua capa converse com o enredo sem que haja spoiler.

Outro ponto que me chamou atenção foi a sinopse bem escrita. Por ela já é possível entender que iremos nos deparar com três enredos, cada um caminhando de acordo com a sua linha. Eu não digo que tenha um principal, pois essas três personagens são fundamentais para delinear todos os acontecimentos seguintes. Claro, que nos compelimos por Essun e a sua busca incensante por vingança.

A quinta estação precisa ser discutido em instituições, como as escolas, para que outras pessoas possam aprender e refletir sobre esses questionamentos sociais. Com uma bela diagramação e escrita você será capaz de terminá-la em uma semana. O único momento que me incomodou foi o final aberto, o que não deu para esclarecer determinados pontos da trama. Espero em breve uma continuação da obra e sentir mais uma vez o brilhantismo da N.K. Acredito que sua obra marcará piamente as reflexões na sociedade atual.

Isto é o que você deve se lembrar: o fim de uma história é apenas o começo de outra. Afinal, isso já aconteceu antes. Pessoas morrem. Velhas ordens passam. Novas sociedades nascem. Quando dizemos “o mundo acabou “, geralmente é mentira, porque o planeta está bem.
Mas é assim que o mundo acaba.
É assim que o mundo acaba.
É assim que o mundo acaba.
Classificação:

13 comentários

  1. Olá, tudo bem? Não costumo ler livros desse gênero, mas pelo o que tu disse na resenha e esse parece ser incrível e foi impossível não ficar com vontade de ler, hehe. Adorei tua resenha, já vou colocar na minha listinha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  2. OIII, Amanda, tudo bem?
    Que capa mais linda dessa edição, eu não sou muito chegada no gênero em si, mas gostei de saber a sua opinião e quem sabe eu leria quando estivesse numa vibe desse gênero, apesar que gostei muito de saber a sua opinião!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem?

    Pela sua resenha, parece se tratar de um livro bem intenso. Gosto da mistura de realidade com ficção, livros com uma carga emocional pesada, o que me pareceu ser o caso desse, costumam ser difíceis de ler mesmo, mas que bom que por fim leitura lhe conquistou, eu fiquei curiosa com o que você apresentou, mas não sei se eu teria emocional pra esse livro no momento.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Olá

    Mana, não tinha conhecimento desse livro estupendo e extremamente forte.
    Não importava com o peso da grossura - o que pesa e muito haha - mas a temáticas são de meu interesse forte e quando mescladas com um possível futuro caótico para a humanidade.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Confesso que detesto finais abertos, mas se a obra se mostra tão importante assim. A premissa desde já me parece tensa e claro que a leitura deve ser assim também. Apesar de ser um livro longo tenho certeza que vou devorar.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?
    Eu tenho muita curiosidade de ler esse livro, tanto pela capa linda quanto pelos inúmeros elogios que ele sempre recebe. Pelo que eu vi, é um enredo muito interessante e, mesmo que seja uma leitura difícil, valeu a pena continuar. Adorei as questões que ele aborda e acredito que isso deixe a leitura ainda mais interessante, pois fazem o leitor refletir.
    Adorei a resenha e espero conseguir ler esse livro em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Ola!!

    Que resenha mais bem escrita, meus sinceros parabéns!!
    Então, eu confesso para ti que tenho um certo problema em ler obras nesse estilo, esse genero nao me atrai e ainda o fato de ter sido uma leitura dificil para ti, é algo que acaba me distanciando mais dele.Porem, não duvido do seu brilhantismo

    beijos

    ResponderExcluir
  8. Ainda não conhecia o livro, mas fiquei curiosa para conhecer essa mulheres renegadas e acredito que não tenha sido uma leitura fácil e ainda que o tamanho dele assuste é uma obra que parece valer a pena, mesmo com esse final aberto que mencionou. Vou anotar essa dica.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Faz pouco tempo que eu me aventurei no mundo da fantasia e, recebi várias recomendações para realizar a leitura desse livro mas, a história dele não ainda chamou a minha atenção a ponto de comprá-lo, porque custa um pouco caro.
    Fiquei feliz em ler a sua opinião sobre a história e, mais ainda, que a história vale a pena, mesmo o livro tendo mais de 500 páginas.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderExcluir
  10. Não é uma leitura que me atraia, pelo fato de não curtir em nada o gênero, mas de qualquer forma eu gostei muito de conferir sua opinião sobre, apesar de não lermos é sempre bom ver quem lê o que acha.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Eu já tinha visto a capa desse livro mas não sabia do que se tratava, me parece ser uma história super forte pela sua resenha. A Essun passa por situações muito difíceis. Mas mesmo sendo uma trama pesada, como você disse, a leitura parece valer muito a pena.

    ResponderExcluir
  12. Olá Amanda, eu não conhecia esse livro, mas pela sua resenha a autora parece ter trabalhado muito bem o enredo trazendo diversas criticas sociais bem pertinentes *-* Adoro quando elas são bem inseridas e trazem uma boa reflexão *-* Espero ter a chance de lê-lo em breve *-*

    ResponderExcluir
  13. Que bacana conhecer este livro e saber que é interessante para ser trabalhado em algumas instituições, gosto de livros que me traz um enredo que gera reflexão e que posso sugerir para os jovens com os quais trabalho. Valeu pela dica.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderExcluir