[Resenha] O Clube dos Oito, Daniel Handler

Titulo: O Clube dos Oito
Autor: Daniel Handler
Editora: Cia das Letras | Selo: Seguinte (cortesia)
Páginas: 399
Onde comprar: Amazon


"Flannery Culp tem uma história para contar. A história de como se tornou uma assassina."

O clube dos oito é o primeiro romance de Daniel Handler, ou melhor, nosso amado e desditoso Lemony Snicket - autor de Desventuras em Série que tanto amo. 

Temos aqui grupo de oito jovens estudantes bem-educados que se envolveram num escândalo que chocou um país. 

Desde 2017 fiquei imensamente curiosa para saber do que se tratava o tão falado O clube dois oito e este ano, finalmente, pude me deliciar com este enredo.
Mesmo não suprindo todas as minhas expectativas, foi uma experiência bacana!

Logo no começo já super simpatizei com a personagem principal pela forma com que Handler apresenta toda situação. 

"Eu, Flannery Culp, estou jogando paciência enquanto termino isto. Jovens superdotados não tem problemas em fazer duas coisas ao mesmo tempo - e já joguei paciência tantas vezes que se tornou algo natural para mim. Até me ajuda a pensar. Quando não consigo decidir a melhor estrutura para uma frase, passo os olhos pela minha cama impecavelmente arrumada, onde o jogo está estendido e vejo: sete vermelho sobre oito preto. Como não enxerguei isso antes?"

Flannery Culp é acusada de cometer um assassinato em seu último ano de ensino médio. A obra toda é basicamente o seu diário, onde, com muita ironia, ela nos conta os acontecimentos, dia por dia, se iniciando em 25 de agosto. 

Confesso que aqui surgiu minha dificuldade em acompanhar os acontecimentos. Por ser um diário e as ideias estarem um tanto quanto desconexas, demorei um pouco a me reordenar na história. 

Logo se percebe que Flann não é uma protagonista muito confiável pois ao decorrer das páginas vamos nos deparando com edições feitas no diário, mas acaba que é uma atitude proposital, pois o seu verdadeiro desejo é demonstrar a verdade real de tudo que aconteceu. 


"Mas deixo registrado nos autos: nunca gostei muito dele. Portanto, todo esse papo de que o Clube dos Oito era uma aliança profana deveria se encerrar com esta conversa".

Clube dois oito, oito amigos que se reuniam periodicamente para jantar e que acabaram virando manchete por ocultismo e assassinato. Não esperava isso de um YA e foi o que me fez avançar gradativamente na leitura.  


Além do mais, deparar com cenas de assédio, sexo, alcoolismo e violência fez com que a leitura se tornasse mais sensível e até mais verdadeira, afinal, quantas pessoas não passaram, ou ainda passam por tais dificuldades na juventude e permanecem convivendo com aquela dor sem poder expor. 

"Eu não sentia tanto nojo de alguém desde pequena, quando os meninos nos provocavam no parquinho dando chutes, jogando pedrinhas e falando com a voz aguda para nos provocar. [...] Mas agora eu me dava conta de que nossos primeiros instintos estavam certos. Os garotos não eram maus porque gostavam de alguém. Eles só eram daquele jeito e pronto."

Dependendo do olhar para este aspecto, pode ser taxado como problemas tabus que dificultaram o enredo ou não se encaixaram na trama. Mas preferi ver como proposital, justamente para causar este incômodo no leitor e tirá-lo da zona de conforto.

O Clube dos Oito é um emaranhado de informações que só começa a fazer sentido quando as peças do quebra cabeça finalmente são encaixadas. É uma leitura instigante, em certos pontos, pesadas, mas que causa aquela sensação de dever cumprido. 

Demorei muito para conseguir escrever sobre. Na verdade demorei mesmo para conseguir assentar minhas ideias e refletir sobre tudo que li. É um livro maravilhosamente complexo. 

"Fim de jogo".

Classificação:

10 comentários

  1. Conheci o livro através de um vídeo que vi ontem e estou muito curiosa para ler. Nunca li Desventuras em Série mas tenho um livro aqui chamado ''Por isso a gente acabou'' dele, que gostei bastante da escrita.
    Adorei sua resenha, falou muito bem sobre o livro sem dar spoilers, já estou mega curiosa :))
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
  2. Livros que nos colocamos para pensar são sempre os mais inesquecíveis e queridos. Fiquei curioso por saber o que esses oito aprontaram, algo de muito impacto me espera hehe
    Ótima sugestão!
    Abraços! 😊

    ResponderExcluir
  3. Oi Amanda, tudo bem?
    Eu já li algumas resenhas sobre esse livro e fiquei curiosa pela leitura. Achei interessante trabalhar a história em cima de um diário e acredito que isso faz a história ficar mais intensa...ver tudo em cima de uma única perspectiva.
    Anotei a dica <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  4. Esse livro te sido muito bem cotado, eu li uma outra obra do autor e me emocionei demais, foi muito emocionante, já O clube dos oito é bem diferente da primeira obra dele, por isso fiquei curiosa, apesar das suas ressalvas, acho que só lendo pra crer, né? Hahah valeu pela dica!

    ResponderExcluir
  5. Oi Bruna! Eu tô meio em dúvida em relação a este livro. Tenho lido resenha sim e resenha não gostando ou detestando. Li que o autor tem uma maneira bem pobre e preconceituosa de descrever as meninas e como elas se comportam, e fiquei meio cismada com a leitura. Ai vem essa resenha bem clara dizendo que a história é maravilhosamente complexa. Não sei o que fazer! Vou adiar. Obrigada pela resenha!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  6. Oi, Amanda. Eu estou bem curiosa com esse livro, eu gosto da premissa dele e acho que tem tudo para ser uma ótima leitura. Gostei de ver a sua opinião e ver os pontos que você mencionou na resenha.

    ResponderExcluir
  7. Oi Amanda!
    Vi que esse livro deixou os leitores bem divididos. Alguns gostaram muito e outros se decepcionaram porque esperavam bem mais do livro.
    Eu ainda continuo curiosa a respeito dele e pretendo ler em breve. Sei que o ritmo dele é um pouco mais lento, mas espero curtir a leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Eu não conheço esse livro, e por sua resenha não despertou o meu interesse em lê-lo. Passo a dica

    ResponderExcluir
  9. Oi Amanda, sua linda, tudo bem?
    Eu estava louca para ler esse livro, até que li uma resenha e acabei me decepcionando com a história que não é o que eu esperava. E agora sabendo que os temas podem ser retratados de uma forma um pouca pesada, só confirmou minha impressão que o livro não é para mim, sou muito sensível. Mas que bom que no balanço geral valeu a pena. Gostei muito da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Ainda não conhecia esse título, mas fiquei interessada pela proposta. Talvez não o leia de imediato em função do pouco tempo que tenho, afinal, pelo que você falou, ele é todo enigmático. Aí seria meio complicado desvendar esse quebra-cabeça lendo esporadicamente. Vou optar em deixar sua dica para as férias.
    Beijo

    ResponderExcluir