[Resenha] O segredo do Conde, Lorraine Heath - Os sedutores de Havisham #2


Título: O segredo do Conde
Série: Os sedutores de Havisham #2
Autora: Lorraine Heath
Editora: Autêntica | Selo: Gutenberg (cortesia)
Páginas: 384
Onde comprar: Amazon

“Nós sempre acreditamos que um caminho diferente pode dar resultados melhores. Mas a realidade é que pode também trazer algo pior.”

O segredo do Conde nos apresenta à história de Edward Alcott, irmão gêmeo do Conde de Greyling e libertino declarado, e Julia Kenney, esposa do Conde Greyling. Os dois, definitivamente, não se dão bem. Estão sempre se alfinetando e a única ligação entre eles é Albert, o Conde de Greyling.

Essa inimizade dos dois pode ser resultado do que aconteceu numa noite de verão entre eles que foi quando Edward, fingindo ser Albert, beijou Julia. Os dois optaram por não falar sobre essa noite para ninguém e nem comentar sobre ela entre eles, mas nunca esqueceram.

“Ele poderia pegar fogo se os dois corpos se encontrassem. Aquela era Julia, esposa de seu irmão, Edward disse a si mesmo, não alguma mulher que ele desejava. Ele só se sentia assim porque estava há muito tempo sem companhia. Mais algumas semanas e ele poderia ter todas as mulheres que ele quisesse.
Exceto a que ele desejava.”

Em uma viagem dos irmãos à África, Albert é atacado e, enquanto agonizava, pede a Edward que finja ser ele para que a Julia não passe pelo sofrimento de perder o marido e acabe por perder o filho que carrega em seu ventre. Julia, no entanto, não sabe do que aconteceu, chora pela morte de seu cunhado e tenta entender a mudança em seu marido que tornou-se mais ousado, atrevido e perverso.

O começo de O segredo do Conde foi um pouco confuso. Havia lido a sinopse e visto que Edward fingiria ser o irmão, mas cheguei a pensar que a sinopse estava errada, pois ele era descrito como Albert e isso me deixou meio confusa, no entanto, quando compreendi onde a autora queria chegar e qual seria o desenrolar da história, fiquei de queixo caído. Imaginem como deve ser difícil você se passar por outra pessoa que é casado com alguém que você fica balançado, não poder tocar nessa pessoa, inventar desculpas que pareçam aceitáveis e, pior de tudo, ouvir os outros falarem mal de vocês. É exatamente isso que acontece com o Edward e isso é de partir o coração.


Mesmo Edward tendo enganado a esposa de Albert e várias outras pessoas, ele não enganou Ashe e Locke, amigos dos irmãos Alcott. Ashe não acha certo enganar Julia e diz que, caso Edward não confesse, ele o fará, mas, após certa insistência de Locke e Edward, Ashe aceita não contar nada até que Julia dê à luz ao filho que carrega em seu ventre. Só pede para que a relação dela e Edward seja a mais casta possível, pois a moça não merece ainda mais sofrimento. Será que ele vai conseguir manter a relação casta? Será que eles vão encontrar uma solução para a situação deles já que, pela lei inglesa, um homem não pode se casar com a viúva do irmão?

“(...) Eu o convenci a ir comigo porque queria uma última viagem juntos. Fui egoísta. Eu queria que meu irmão me pusesse à frente dela e isso custou a vida dele. Agora, tudo que posso fazer é lutar para que isso não custe também a vida do filho dele. Foi tudo que restou do meu irmão. Eu daria tudo para que o corpo que foi enterrado naquela cova fosse o meu, e não o dele. Mas isso eu não posso mudar. Então só me resta a capacidade de manter a promessa que fiz a ele. Não importa o preço a pagar, não importa que pareça loucura, eu não consigo pensar em nenhum outro modo de fazer com que Julia não perca o bebê. (...)”

Eu ainda não tenho palavras para dizer o que senti ao ler esse livro. Assim que comecei e percebi o que estava acontecendo, meu coração foi à boca, pois é evidente que Julia ama Albert e que Edward ama os dois. Conforme a trama foi se desenrolando e a personalidade deles se modelando, passei por um turbilhão de emoções: alegria por ver que Julia se apaixonava por seu marido mudado, por Edward ser um homem digno, por eles terem uma chance de futuro, mas senti tristeza por Albert não estar presente, por Edward estar mentindo, por eles não terem tanta chance de futuro assim e isso foi tão mágico, tão encantador que não existem palavras que possam descrever esse sentimento.

A personalidade de Edward nos parece extremamente bem definida no começo do livro e por tudo o que falam dele: libertino. Mas, apesar de se envolver em bebedeiras e brincar com mulheres, ele está longe de ser um homem fútil. Ele tem sentimentos, ele se importa com as pessoas ao seu redor, ele só não demonstra isso. Conhecê-lo com mais profundidade é algo indescritível.

Já Julia é aquela típica de personagem de romance de época: à frente do seu tempo. Mas a construção dessa mulher se mostrou diferente do que outras autoras fazem, pois nós vemos como ela desabrocha quando percebe as mudanças no seu marido, como ela se permite pensar e agir diferente e como ela percebe que o Albert com quem se casou a limitava. Ela se sente, finalmente, livre e isso é assustador para uma mulher de sua época.

“(...) Nunca pensei que fosse justo os homens poderem fumar, beber e jogar enquanto as mulheres enfiavam agulhas em tecidos e puxavam fios.”

Albert é um personagem que não consigo descrever, pois conheci apenas uma parte dele e o que ele permitia que as pessoas vissem, mas, apesar de shippar demais o Edward e a Julia, acho que o Albert merecia um final diferente, que não a morte. Ashe e Locke são dois personagens simpáticos e muito amigos. Aqueles que apoiam de verdade e são eles que fazem parte de Os sedutores de Havisham, nome da série. O primeiro livro da série é sobre o Ashe e já quero ler.

Voltando ao livro, ele é de certa forma previsível, principalmente, se o leitor se atenta ao que os personagens falam e como agem ao longo da trama, mas não deixa de inseri-lo em um turbilhão de emoções que faz o coração quase sair pela boca e imaginar que não será possível ter um final feliz.

Nunca havia lido nada da Lorraine Heath e ela me conquistou completamente com esse livro apresentando uma trama completamente inovadora para o gênero e diferente de tudo o que já li. Peço desculpas caso minha resenha tenha ficado desconexa ou sem sentido e só deixo frisado: eu amei esse livro e esses personagens e não queria larga-los por nada no mundo. Preciso muito do primeiro livro da série e do próximo e de todos os outros livros da autora.

Classificação:


16 comentários

  1. Ainda não li o livro anterior e já temos esse, quero tanto ler o primeiro. Como eu evito ler sinopse talvez eu não ficasse tão confusa com a trama. Saber que o livro despertou tantas emoções em você e o fato da autora ter inovado com o desabrochar da protagonista, então ainda que previsível é um livro que adoraria ler, assim como o primeiro da série.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro ainda e confesso que não costumo ler muitos livros desse gênero, mas lendo sua resenha fui ficando curiosa, A premissa é muito interessante, deve ser bacana acompanhar toda a trama e deve ser triste ver Edward fingindo ser outra pessoa. Enfim, imagino que seja uma história que me conquistaria, apesar de ter um final previsível.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  3. Oiiii,

    Entendí completamente o sentinento!! O Segredo do Conde foi a melhor leitura do meu ano! Edward é o máximo de amor que eu consigo explicar! A situação dele é delicada, ele tenta fazer o melhor de forma a não machucar as pessoas que estão ao seu redor e dentre outros um milhão de coisas que me fizeram amar ele! Eu gostei muito do Ashe em Codinome Lady V e achei q ele ia ser meu personagem preferido, mas agora é o Edward e não estou muito confiante de que o livro do Locke possa mudar isso kkkk. E você definitivamente PRECISA ler Codinome Lady V, nao só pelos sedutores, mas principalmente por conta da Minerva que vai ser a melhor mocinha que você verá Na série.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Bruna.
    Eu amei o primeiro livro dessa série e já estou com esse segundo aqui para ler!
    Não vejo a hora de conhecer a história desse casal.
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?

    Eu tenho o primeiro livro, porém ainda não li. E agora que já li várias resenhas do segundo quero muito ler o primeiro e adquirir o segundo. Consegui sentir um pouco da emoção pela sua resenha. Já tá na lista.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Bruna tudo bem? Menina estou apaixonada por esse livro só de ler sua resenha, eu comprei mais acredita que ainda não li? Vou mudar isso logo logo kkk, eu gosto da escrita de Lorraire, o drama me deixa com medo do final kkk, sou mesmo masoquista!! Parabéns pela resenha, bjs!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Bruna! Leia o primeiro livro, ele é tão bom quanto esse deve ser! estou com ele aqui já comigo e será minha próxima leitura - não vejo a hora!
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Tenho o primeiro livro e ainda não li, vendo como essa trama se conduz fiquei empolgada para saber como o personagem vai fazer pra desfazer toda essa confusão, afinal se passar por alguém e casado deve ter gerado muitas confusões.
    Parece ser uma leitura empolgante e muito gostosa, não vejo a hora de conhecê-los.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  9. Ooi,
    Apesar de adorar romances de época não conhecia essa coleção. Fiquei bem curiosa com a história! Vou procurar saber mais sobre os outros livros e já vou deixar o nome anotadinho aqui. Adoro quando o enredo nos surpreende!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Bru ♥
    Menina, estou louca para ler esse livro desde o lançamento, primeiro por que achei a capa a coisa mais linda do mundo. E essa premissa? Jesus! Imagino como realmente não deve ser fácil se passar por outra pessoa ainda mais quando você sente uma queda pela esposa dessa outra pessoa. Você falou tão bem que não tem como não fica ansiosa para fazer a leitura, né?
    Acho que vou me encantar por Júlia, pois amo em romance de época mocinhas a frente do seu tempo.

    Parabéns pela resenha maravilhosa, Bru!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Olá, eu li o livro anterior a esse, protagonizado pelo Ashe, e desde então aguardava ansiosíssima pela publicação desse segundo, pois achei super interessante isso de ele se passar pelo irmão e quero ver até onde essa história vai.

    ResponderExcluir
  12. A sua resenha me deixou muito curiosa e muito instigada porque quero ler e ter as mesmas sensações. Gosto quando um determinado gênero, inova no enredo e já estou muito interessada em ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Oie, tudo bom?
    Caramba, que trama diferente! É bem fora dos padrões que seeeempre vejo nos romances de época, e eu amei isso! Imagina a hora que a mulher descobrir que é o irmão! Meu Deus :O Hahahaha. Adorei seu post, quero ler!!

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Também acho que ficaria confusa com essa mudança de identidade. O livro me lembrou A usuradora rs... Fiquei morrendo de vontade de conferir essa história e descobri como o personagem vai conseguir resolver tudo. Obrigada pela dica. PS: Capa maravilhosa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi, Bruna! Tudo bem?
    Que resenha deliciosa de se ler! Adorei saber sua opinião sobre o livro e o modo como você falou me deixou com vontade de ler esse livro pra ontem.
    Eu não gostei tanto do outro livro da autora, mas esse parece ser uma leitura muito mais envolvente e tocante, e com personagens mais complexos também. Apesar dessa questão da troca de identidades ser um pouco confusa mesmo, o enredo é interessante e acho que o livro é realmente apaixonante.
    Não preciso nem dizer que amei a resenha e espero ler este livro em breve.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Olá,

    Preciso fazer essa leitura logo. Antes era porque participo do Clube do Livro da Autêntica e será uma das leituras dos próximos meses, mas agora, depois dessa sua resenha incrível, tô morrendo de curiosidade para saber como essa história se desenrolará, adoro reviravoltas e acredito que a desse livro será emocionante.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir