[Resenha] A gaiola de ouro, Camilla Läckberg


Título:
A gaiola de ouro
Autora: Camilla Läckberg 
Editora: Arqueiro 
Páginas: 320 
Onde comprar: Amazon 

"O mundo era muito hipócrita.”

A gaiola de ouro é, sem dúvidas, um dos melhores livros que li esse ano. Falando sobre vingança, vamos conhecer a história de Faye e Jack. Ele um jovem crescido em berço de ouro e ambicioso e ela uma jovem que busca esconder seu passado sombrio. Quando a vida dos dois se encontra na faculdade, a paixão é avassaladora e, por conta disso, Faye sente confiança no homem que escolheu para si e abre mão de seus estudos para ajudá-lo a fundar uma empresa, a Compare.

Anos depois, a empresa é um sucesso. Eles são bilionários, como sempre sonharam, mas Faye não é mais feliz. Ela nota que vive numa Gaiola de ouro, dedicando seu tempo a cuidar da filha, Julienne, da casa, sendo exibida como um troféu por Jack e, pior, sendo subjugada depois de tudo o que fez pela empresa do marido.

“A experiência de ser posta de lado, de ser julgada pela aparência, lutar para se adaptar, para agradar a todos, era isso que unia as mulheres de todas as idades, em todos os países e em todos os tempos.”

A vida não está fácil e Chris, sua melhor amiga e uma mulher super empoderada, tenta mostrar para Faye tudo o que ela está perdendo, mas ela está cega. Acha que as migalhas que Jack lhe dá e o amor da filha são suficientes. Até não serem mais. Até ela descobrir que o marido não é bem quem ela pensava.

QUE LIVRO! Fazia tempo que não lia uma obra que me deixava tão curiosa pela próxima página como esse e não me decepcionei em momento algum.

A Faye é uma personagem complexa como todas as mulheres, não é? Ela tem atitudes que nós pensamos: mulher o que você está fazendo? Mas quando ela surge forte e muda de atitude, pensei: essa e a mulher que esperei o livro todo. Além disso, ela é uma personagem que também desperta sentimentos confusos no leitor e isso só a tornou mais fascinante ainda.

“O ódio lhe era bem conhecido, era protetor.”

O Jack, bem é o típico macho escroto. Ô cara intragável! Eu n]ao consegui gostar dele desde o primeiro momento. O tempo todo diminuindo a Faye e quando soube o que ela tinha feito pela Compare, fiquei ainda com mais raiva.

A Chris é um mulherão da p*rra. O que ela fez ao longo da obra foi aquecendo meu coração e dando uma sensação de que ainda há esperança para as mulheres, elas ainda podem se apoiar.

A gaiola de ouro tem três pontos de narrativa, uma que inicia o livro, e as outras duas partes, mostrando um acontecimento do futuro, outra, em terceira pessoa, mostrando como é a vida da Faye, Jack e Julienne, e a última, em primeira pessoa, contando o passado de Faye.

O desenrolar é de acelerar o coração. Nós ficamos ansiosos, pois queremos saber como os personagens chegaram ao acontecimento do futuro e como o livro vai terminar e que final, meus amigos! Se todo o livro foi ótimo, o final foi épico e me deixou mega ávida pela continuação. Aliás, esse é o único defeito do livro.

“Jack era uma droga que me fazia querer experimentar todas as drogas do mundo.”

Adorei ver como a Faye cresce nessa obra, senti raiva de Jack e de coisas que ele faz que deixa qualquer um com o coração na boca, dos novos personagens que surgiram, de ver como a capa condiz com a história e de ver como as mulheres podem se unir. Esse livro ficou ainda mais importante quando soube o que a autora faz no país em que vive e como ela apoia mulheres em seus sonhos.

“As pessoas só suportam ficar próximas da dor e da tristeza até certo ponto.”

É uma obra que vai surpreender e agradar. Que precisa ser enaltecida e, quem sabe, adaptada pro cinema, afinal, é tão visual. Não preciso nem dizer o quanto amei esse livro, né?

5/5 ⭐♥

6 comentários

  1. Oi, Bruna como vai? Me parece uma leitura extasiante não é mesmo! Fiquei tentado a ler este livro. Ótima resenha. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderExcluir

  2. Oi Bru, eu nunca li nada da autora, mas tenho vontade! Fiquei animada ao ler sua resenha, acho que nunca li um livro que tem tantas linhas narrativas!

    Beijos Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  3. Tem um booktuber que eu admiro muito ue tá lendo esse livro e ele postou no twitter que a radiação do livro era grande kkkkkk
    Eu também tô vendo muita gente falando desse livro e ele parece mesmo ser o meu tipo de livro, não sei porque, mas eu gosto dessas tramas onde a personagem tem um conflito interno e que faz com que eu fique com raiva mas ao mesmo tempo sinto empatia (?) kkkkkk. Adorei os quotes que você separou e nossa, preciso desse livro pa ontem!

    ResponderExcluir
  4. Enquanto lia sua resenha, pensei, poxa, isso poderia ser adaptado e no final da resenha você diz exatamente isso, não conhecia o livro, curti a proposta, mas não curti a capa, quero ter oportunidade de ler.

    ResponderExcluir
  5. Indicação de leitura: Sonhos Reinventados, Angie Ammeline.Na Amazon Kindle.

    ResponderExcluir
  6. Desde que eu vi esse livro circulando nas mãos de algumas booktubers que eu acompanho, fiquei bastante curiosa! Saber que ele se divide em 3 partes e as três são tão instigantes, causando um ritmo na leitura, me faz querer lê-lo rapidamente!

    ResponderExcluir