[Resenha] Maresi, Maria Turtschaninoff - As Crônicas da Abadia Vermelha #1


Título: Maresi
Série: As Crônicas da Abadia Vermelha #1
Autora: Maria Turtschaninoff
Editora: Morro Branco (cortesia)
Páginas: 200
Onde comprar: Amazon | Saraiva

“- Ela não sabe como é se sentir segura. – Quando eu falei, soube que era verdade. – Vamos ter que ensiná-la como.”

A Morro Branco é uma editora relativamente nova no mercado editorial, se compararmos com outras editoras já existentes, mas eles tomam muito cuidado e escolhem à dedo os livros que irão lançar e não tenho dúvidas que Maresi foi escolhido, traduzido, editado e produzido com muito carinho. Foi com essa sensação que comecei a ler o livro e, já adianto, fiquei completamente apaixonada pela história.

Maresi é narrado por uma protagonista de mesmo nome que chegou à Abadia Vermelha, um lugar regido por mulheres numa ilha afastada, aos 13 anos de idade, durante o Inverno da Fome. Na Abadia, Maresi conheceu o que era ter oportunidades e soube como viver sem sentir fome. Além disso, a Abadia Vermelha lhe dá a oportunidade que outros lugares não dão: de estudar e fazer a diferença.


Nessa ilha as garotas estudam coisas corriqueiras do dia a dia de uma mulher (cozinhar, costurar, etc.) bem como a história do lugar e a luta das mulheres por um lugar ao sol e é isso que encanta Maresi. Ela adora visitar a biblioteca da Abadia e ficar lendo por horas a fio – sim, é fascinante acompanhar essas partes da história e nós nos vemos na pele da protagonista.

A vida está indo muito bem, Maresi e as meninas estão seguras, mas tudo muda quando Jai chega à ilha, ela é uma jovem assustada, cheia de cicatrizes, com roupas sujas e cabelos emaranhados. Quando começa a se abrir ela conta que está fugindo da crueldade e perigos de sua terra natal, principalmente, de homens que farão o possível para encontrá-la. Será que eles chegarão à ilha? E se chegarem, levarão Jai com eles apenas ou farão mal a todos?

“(...) Algumas portas mantém você para fora, algumas guardam segredos e outras deixam algo perigoso trancado. Essas portas formam uma barreira confortante e protetora em volta da câmara do tesouro. (...)”

Maresi foi uma personagem extraordinária, inteligente e muito bem construída. Eu adorei a forma como ela lida com as meninas da Abadia e com a Jai, que é uma menina extremamente machucada. Também gostei muito das irmãs que comandam a Abadia, principalmente da Irmã O, que cuida da biblioteca, acho que ela seria minha pessoa preferida na Abadia. As demais personagens são bastante cativantes e os homens, ah, eles são odiosos, como na realidade.

Com relação a história, achei tudo muito bem desenvolvido, exceto por algumas partes que, preciso confessar, foram corridas e ficaram um pouco mal explicadas, mas como é o primeiro livro de uma série, ele foi mais introdutório e não tenho dúvida que os próximos livros série serão maravilhosos.


Gostaria de falar muito mais sobre esse livro que me conquistou tanto, mas qualquer informação adicional seria spoiler, então, vou dizer que, apesar de Maresi ser um livro de fantasia, é um livro que fala muito sobre o espaço da mulher num universo machista, sobre a importância de estarmos juntas e nos ajudarmos. Precisamos parar com essa ideia de que somos rivais, de que homens vão nos trair, de que ex são pessoas ruins e que precisamos nos odiar para o homem nos amar. Se eles querem nos amar de verdade, que o façam com todas nós unidas e fazendo a diferença no mundo. Acredito que Maresi não tenha um público alvo, pois todos deveriam ler, é um livro encantador, bem construído e que agradará muitos leitores.

Classificação:

11 comentários

  1. Capa muito linda deste livro!
    Como não conhecia, já estou aqui encantada com tudo que li acima. Por não só trazer pelo jeito, muitas personagens fortes.
    Não é só Maresi, mas Jai e todas as outras meninas que fazem parte desse mundinho separado, que pode estar prestes a ter que se unir mais ainda!
    Vai para a lista de desejados com certeza.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Hello! Tudo bem?
    Que lindo esse livro!!
    Ainda nao conhecia e fiquei muito curiosa pra saber o que se passa na ilha e com Maresi.
    A editora pode ser ate nova, mas confesso que ja estou de olho e adorando os seus lancamentos.
    Linda resenha e me deixou interessada no livro.
    Vou ler com certeza.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Bru!

    Tudo bem? Estava bastante ansiosa pela sua resenha porque vi você comentando que tinha adorado o livro no stories do blog e eu fiquei de cara bastante curiosa com os seus breves (porém animados!) comentários sobre a narrativa.

    Maresi parece ser o tipo de personagem que me faz amar um livro: forte, inteligente e bem construída. Além disso a narrativa parece correr de maneira fluida e sem qualquer enrolação. Já foi para a minha wishlist (toda vez que apareço aqui ela cresce! kkkkkkkkkkkk)

    Beijinhos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  4. Fiquei curiosa paa saber o que esses homens maus querem com Maresi, além é claro de querer saber as respostas de deus questionamentos e se o livro introdutório já foi bom é quase certo que os demais serão ainda melhor. Espero ler e me conquistar também.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. "As demais personagens são bastante cativantes e os homens, ah, eles são odiosos, como na realidade." * Risos * kkkkkk
    Que edição mais linda! Não conhecia a editora, mas já estou adorando o trabalho dela.
    Olha, é só o livro ter uma pegada mais feminista que já me agrada rsrs Gostei de estarem em uma ilha distante, mas espero que nos próximos elas possam sair e explorar o resto do mundo, né?
    E super concordo com seu último parágrafo ;)
    Adorei sua resenha e já anotei a dica.

    ResponderExcluir
  6. Olá! Tudo bom?

    Ainda não tinha ouvido falar desse livro, e confesso que achei a história bem interessante. Gostei de saber que as coisas forma bem explicadas, tirando algumas exceções, acredito que se não for um assunto de grande importância então eu não me importaria muito por ter ficado sem uma explicação. Eu estava procurando um livro de fantasia para ler e esse me interessou bastante, dica mais que anotada ♥

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    A capa e o cuidado da diagramação do livro me encantaram. Achei uma delicadeza e de bom gosto, remetendo exatamente a aura da história. Não é exatamente o tipo que me chama atenção, mas certamente daria uma chance a leitura. Adorei a resenha! Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi.

    Acho que vi esse livro no Instagram esta semana e me encnatei pela capa. Ate esta semana eu não conhecia o livro, mas adorei a resenha e adorei poder conhecer a obra. Vou anotar a dica para poder ler depois.

    ResponderExcluir
  9. Bru, eu amei TANTO esse livro, a discussão sobre sororidade proposta nele é sensacional. Usar a fantasia como meio para explicar a importancia da união feminina sem duvidas é uma jogada super inteligente, eu me apaixonei até pelas crianças na obra, acredita? To louca pela continuação já, fiquei com gostinho de quero mais.

    ResponderExcluir
  10. Hey Bruna!
    Amo tanto as fotos de suas resenhas rs', muitas vezes venho ao seu blog para ter algumas inspirações.
    Já passei por esse livro no booktube e a forma que o abordaram foi tão superficial que não tinha interesse em lê-lo.
    Mas sua resenha e a sinceridade com que você escreveu me deixou muito curiosa.
    Beijos
    www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá, ainda não conhecia esse livro, pela capa eu não daria muita atenção à ele, mas pela sua resenha é uma leitura que com certeza eu gostaria de fazer. Achei super interessante essa abadia comandada por mulheres.

    ResponderExcluir