[Filme] O quarto de Jack


Título: O quarto de Jack
Duração: 1h58min
Direção: Lenny Abrahamson
Gênero: Drama, Suspense
Sinopse: Joy (Brie Larson) e seu filho Jack (Jacob Tremblay) vivem isolados em um quarto. O único contato que ambos têm com o mundo exterior é a visita periódica do Velho Nick (Sean Bridgers), que os mantém em cativeiro. Joy faz o possível para tornar suportável a vida no local, mas não vê a hora de deixá-lo. Para tanto, elabora um plano em que, com a ajuda do filho, poderá enganar Nick e retornar à realidade.

Oioi pessoal, como vocês estão?

Estava, recentemente, zapeando pela Netflix e me deparei com um filme que há muito tempo queria assistir, O quarto de Jack. Ele é uma adaptação do livro chamado Quarto, escrito pela Emma Donoghue e lançado no Brasil em 2011 pela Verus Editora.

Pouco antes desse filme ser lançado, em 2016, tentei fazer a leitura do livro e ela não fluía, não consegui me envolver com os personagens, então, parei a leitura e desisti de ler naquele momento. Por óbvio, não assisti o filme no cinema e achei que a oportunidade não surgiria até o último final de semana.


Como muitos sabem, afinal, esse filme é famoso, esse filme conta a história de Jack, um garotinho que acabou de completar 5 anos de idade e que vive em um quarto com a mãe. Sua mãe lhe ensinou que não há nada do lado de fora e que eles só estão protegidos lá dentro e salvos graças às visitas semanais do velho Nick. É um conto de fadas do ponto de vista de uma criança, exceto pelo fato de que a Joy, mãe de Jack, foi sequestrada há sete anos e é estuprada praticamente todas as noites.

Eles vivem num mundinho com muito amor, mas infeliz. Joy quer fugir e bola um plano para tentar fugir do seu sequestrador e estar livre, mas ela não mede as consequências do que seu plano e o quanto está desesperada para ele dar certo.

Sabe quando um filme começa e você já fica com o coração na mão? Isso aconteceu comigo do começo ao fim desse filme. Eu amei cada parte dele e cada escolha que os personagens fizeram, apesar de ter ficado preocupada com as consequências de seus atos, pois Joy está, claramente, fora de si e Jack é apenas uma criança.


Entretanto, não posso me desdobrar apenas em elogios para essa adaptação, achei algumas partes confusas e não compreendi algumas atitudes de Joy. Acho que é um filme que nos faz refletir muito sobre pressões e culpabilidade que estendemos ao próximo. Ele me deixou com muita vontade de ler o livro, pois acho que será mais completo. Alguém já leu o livro? Assistiram ao filme? O que acharam?

Nota para o filme: 4,5/5

12 comentários

  1. Eu só vi o filme! E achei maravilhoso! Não no sentido de beleza ou algo assim, mas nessa complexidade em tentar entender o quão baixo ou alto um ser humano pode chegar.
    Joy é por muitas vezes, desumana. E isso acaba criando um ranço com ela instantâneo. Tá, a gente precisa entender o quanto tudo deve ter sido difícil para ela, mas sei lá, na hora a gente só se coloca na pele e sentimentos de Jack.. Aliás, que menino estupendo na arte de atuar!
    Ainda quero muito poder ler o livro também!
    O filme, todos deveriam ver!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você falou exatamente o que sentimos. A empatia pelo Jack é muito maior e a Joy é desumana mesmo. Confesso que me surpreendi com a atuação do menino, estou louca para assistir algum outro filme com ele.
      Beijos

      Excluir
  2. Eu quero ver!!!!!!!!!!
    Não sabia que estava no netflix.. Agora quero ver ontem!
    Senhor.. Multiplica meu tempo!

    Amém! rsrs

    Beijos e muito, muito obrigada pela dica.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Bruna, eu conheço o livro e o filme, mas ainda não li ou assisti. Tenho vontade, claro, ainda mais quando se trata de coisas que o ser humano é capaz de fazer. Normalmente, não assisto filme baseado em livros, prefiro só ler mesmo, mas tua opinião me deixou com muita vontade de ver o filme, acho que vou me arriscar desta vez, mas com certeza, vou procurar o livro depois, porque se o filme é bom, o livro deve ser ainda melhor.
    Obrigada por compartilhar tua opinião.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu assisti a esse filme e chorei demais, não consigo imaginar como deve ser viver em cativeiro, ser estuprada frequentemente, engravidar, ter um filho e precisar cuidar dele. se ser mãe já é difícil, ser mãe nessas condições é algo que nem tenho palavras para descrever o quão sofrido deve ser. Há casos assim na vida real, infelizmente. O Jack, então, nossa, que vontade de entrar no filme e pegar esse garoto no colo.

    ResponderExcluir
  5. Esse filme está na minha lista para assistir desde quando foi indicado ao Oscar, mas infelizmente ainda não tive tempo para tal. Espero que agora que entrou no catálogo da Netflix eu consiga tirar um tempo livre e apreciar o longa. Tenho muita vontade de ler o livro também, mas no momento vejo o filme como uma prioridade maior, mesmo que eu goste de ter contato com a obra original antes. Se eu gostar do filme, o que pode ser quase impossível de não acontecer, vejo se leio ou não a obra. Parece ser uma história bem tocante e acho que preciso me preparar antes de dar uma chance.

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    Lembro desse filme quando anunciado nos cinemas mas acabei não assistindo. Agora que você me lembrou dele vou salvar no Netflix pra assistir.
    Parece ser principalmente um drama pra refletirmos. Mas sem deixar de ser emocionante. Tenho a impressão de que leva as lágrimas.
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bem?
    Tenho o filme para assistir, mas não quero ver antes de ler o livro. Também tenho o livro, falta só tempo para ler. Adorei sua observações sobre o filme e acredito que será mais apreciado se eu ler o livro antes e ver depois srsrsrs
    Adorei o post!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. não vi o filme ainda mas tinha vontade de ler o livro, logo quando foi publicado por aqui, depois a vontade foi diminuindo... de qualquer forma, pode ser que eu assista o filme caso esteja em algum dia de bobeira...
    bjs...

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem? Lembro do boom que foi quando lançaram o filme, e o livro também, no entanto ainda não tive a oportunidade de ver nem ler sobre o mesmo. Tenho curiosidade sobre o livro, mas parece que o filme é bom também apesar das ressalvas. É um assunto interessante. Ótima crítica!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Eu só vi o filme, nunca li o livro, mas fiquei impressionada pela atuação do garotinho, sensacional demais! Sobre a mãe, não sei... Ela o tempo todo me pareceu tão apática a tudo, sabe? Sei que a situação é complicada mas não achei a atuação tãaaao boa assim. Deu até vontade de assistir de novo!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Bruna! Nossa, que saudade dessa história haha. Eu li o livro e chorei horrores haha, também fiquei horrorizada com a situação em que a Joy e o Jack viviam, mas achei muito emocionante o amor entre mãe e filho e a luta deles para conseguir fugir do Nick. Eu achei o filme muito bom também, os atores fizeram um ótimo trabalho, mas a partir do meio a história deixa de ser fiel ao livro. Então eu gostei mais da obra. Espero que você tenha a chance de conferi-la um dia, bjss!

    ResponderExcluir