sábado, 23 de setembro de 2017

[Resenha] Encontrada, Carina Rissi - Perdida #2

Título: Encontrada
Autora: Carina Rissi
Série: Perdida #2
Editora: Verus
Páginas: 476
Onde comprar: Amazon 
"Uma parte de mim sabia que ela tinha razão, e eu até podia entender Ian, desde que ele não comprasse a vila toda para mim, como vinha fazendo nas últimas semanas. Conforme o casamento se aproximava, mais tensa e inquieta eu me sentia. Não sabia ao certo por quê — bem, isso não é totalmente verdade. Não que a culpa fosse minha, mas da sociedade que cismava em usar o termo errado quando duas pessoas decidiam dividir a vida. Contrair matrimônio. Eu não conhecia nenhum bom uso para aquele verbo: contrair dívidas, contrair um vírus... Os bíceps de Ian se contraindo e estufando as mangas da camisa enquanto ele treinava seus cavalos... humm... Tudo bem, um uso era bom, mas só aquele. Alguém devia fazer alguma coisa a respeito disso. Não é para menos que as pessoas fiquem com um pé atrás quando pensam em se casar. Como fora o meu caso, antes de conhecer Ian e ele me fazer perceber que um papel não mudaria nada. Eu tinha dado o grande passo, o maior de todos na verdade, ao aceitar abandonar o meu moderno, tecnológico, cheio de facilidades século vinte e um, para viver com ele no arcaico e sem recursos século dezenove."

Após compreender algumas coisas do porquê foi parar no século XIX ao comprar um celular, a viciada em tecnologia Sofia Alonzo escolhe viver no passado, no ano de 1830, mesmo que para isso tenha que abrir mão das modernidades e comodidades que tanto ama. Isso se dá principalmente por causa de um cavalheiro muito gentil, Ian Clarke, por quem Sofia está irremediavelmente apaixonada, e, para a sua surpresa ele sente o mesmo. Então, com as decisões de sua vida tomadas, só resta a garota desastrada esperar o seu felizes para sempre. E ele está cada vez mais próximo, depois que Ian a pediu em casamento. Mas, quando ela começa a pensar, as coisas não parecem tão fáceis assim. Em primeiro lugar, Sofia estava acostumada a trabalhar, e, claro, ter o seu próprio dinheiro para fazer muitas compras na hora que quisesse, e ali, no século XIX, parece que Ian fica ofendido mortalmente toda vez que ela sequer menciona um trabalho, então, Sofia passa a desenvolver um pequeno segredinho em relação a isso... Em segundo lugar, ela continua não entendendo as expressões arcaicas que seu noivo e todos do lugar insistem em usar. E por último, mas o mais importante... todos esperam que Sofia passe a administrar a casa após seu casamento, mas ela não sabe dar ordens para ninguém, e muito menos para os empregados, e ela sequer sabe algo de organização, sendo o seu antigo apartamento uma prova (quase) viva disso.

"— Apenas porque quero que tudo seja... — Ian se deteve.
Pop.
Pop. Pop.
— O que é isso? — ele procurou em volta.
— Vem da cozinha — comentou Elisa, franzindo a testa. — Parece champanhe sendo aberto.
Pop. Pop. Pop.
— Mas por que estariam abrindo champanhe a essa hora? — Os olhos de Ian se arregalaram. — Meu Deus, esqueci de verificar se o champanhe foi entregue! Preciso avisar aos empregados que mandem a encomenda direto para a adega. A bebida é muito frágil e abre com facilidade. Com licença.
O champanhe. Não o vinho.
Pop.
Aquilo não podia estar acontecendo.
Pop. Pop. Pop.
Mas estava!"

É com todas essas coisas em mente que Sofia inicia o caminho para o seu felizes para sempre, mas, com a ajuda de Elisa, sua amiga incondicional, Teodora, a melhor amiga de Elisa, que vem se mostrando uma moça bacana e receptiva, com o auxílio de Madalena, a governanta da casa que passa a ser sua cúmplice, e com o amor incondicional do noivo, Ian, que somente quer o seu bem e às vezes está disposto a algumas adaptações para deixar a futura esposa feliz, Sofia mergulha em sua nova vida e faz o possível para aprender todas as suas novas funções, e até mesmo precisa aprender a como suportar a tia malvada de Ian que aparece querendo atrapalhar seu felizes para sempre. 
"— Eu... — clareei a garganta. — Eu sei que não é tão vistoso quanto o que você tinha. E também sei que o do seu pai é insubstituível, mas você ficou tão triste quando ele quebrou que eu quis, sei lá, tentar te deixar menos triste. E também porque eu acho que nada mais pode representar o que aconteceu com a gente. É como um coração mecânico. Ele grava a passagem do tempo. Os ponteiros registraram cada dia quando ainda não nos conhecíamos, numa espécie de contagem regressiva. Eles marcaram cada minuto desde que nos encontramos. E agora marcarão cada segundo da nossa vida."

Com tiradas hilárias, personagens cativantes, e um cenário gostoso, mais uma vez mergulhamos na ótima escrita de Carina Rissi e conseguimos entender porque Sofia e Ian são personagens tão cativantes e tão adorados por aqueles que os conhecem. 
"Irmãs são amigas que nunca precisam partir."

Após ser totalmente cativada no fim de Perdida, o primeiro livro da série, confesso que me sentia ávida por ler mais sobre Sofia e Ian, e mesmo não sendo uma pessoa fã de séries, dessa vez me senti extremamente feliz por ter mais livros sobre o casal à disposição, e, como não consegui pegar outra leitura, pois ficava pensando nesses personagens, fui obrigada a iniciar logo em seguida o livro Encontrada, para saber o que viria pela frente. E preciso dizer, foi uma grata surpresa, e uma leitura que valeu muito a pena, ainda mais que a primeira, diga-se de passagem, e esse livro me tornou uma fã de Carina Rissi.

Aqui, encontrei uma Sofia com menos dúvidas quanto ao que queria, embora ainda um pouco insegura quanto a sentimentos, mas certa de que o século XIX era o seu lugar, e também uma Sofia tentando fazer o melhor com o que tinha para se adaptar ao novo local, mesmo que as vezes essas tentativas não fossem tão bem-sucedidas. E na verdade foi isso que me fez gostar ainda mais do livro, as tentativas de Sofia, que acabavam se tornando coisas engraçadas, e esse livro teve uma cena envolvendo champanhe que foi uma das que mais me fizeram rir em toda a minha história literária. Essas tiradas muito engraçadas me divertiram pois foram inseridas de forma natural na trama, de uma maneira que nos permite imaginar cada um desses acontecimentos, sem que a autora tentasse forçar nada.


O ponto mais positivo para mim é a escrita de Carina. Clara, leve e divertida, ela consegue nos transportar para a vida dos personagens, e faz com que passe um filme mental em nossa frente, enquanto imaginamos o que está sendo narrado. Além disso, gosto muito da forma como a autora constrói cada personagem e cada cena, fazendo tudo soar bastante natural, conforme mencionei acima, e dessa forma, conseguimos mergulhar profundamente na narrativa. E por falar em narrativa, achei muito bom o modo como a história traz pitadas de romance, de humor e até mesmo de drama, sabendo dosar cada um desses elementos na medida certa, com o intuito de ter uma história bem construída e marcante. Cabe ainda um destaque especial para o fato de que novamente a autora mostrou uma boa pesquisa durante a escrita, trazendo costumes e crenças do século XIX, e explicando cada um de forma clara, fazendo com que entendamos o que está acontecendo e também faz com que de certa maneira voltemos um pouco aos costumes dos nossos antepassados, que praticavam os atos descritos ali.

Admito que acho difícil encontrar pontos negativos especialmente nesse livro, pois toda a história me cativou, mas, sei que alguns leitores não gostam do jeito atrapalhado de Sofia, e preciso dizer que ele continua o mesmo do primeiro livro, então aqueles que não gostaram da personagem lá, certamente aqui verão mais uma vez seus defeitos. Além disso, em alguns momentos, senti que a autora se estendeu em alguns dramas, enquanto em alguns acontecimentos dos quais eu adoraria infinitas descrições foram abordados de forma muito breve, mas isso é uma questão de preferência bastante pessoal.

Os personagens continuam cativantes, cada um a seu modo. Achei que nesse livro Sofia amadureceu um pouco, embora sua mente que não sossega ainda traga uma dezena de dúvidas, mas consegui a compreender em seus dilemas, embora em alguns momentos ela faz algumas besteiras que a vontade de todos os leitores é de entrar no livro e dar alguns tapas na personagem para ela ver que aquilo não vai dar certo. Já Ian, em alguns momentos se mostrou muito irredutível e as vezes até machista, mas sabe-se que é o modo como era na época, e a autora abordou esses episódios de uma forma bacana, mostrando o modo como ele acabou cedendo, e em nenhum momento reforçou os estereótipos machistas. Já os personagens secundários continuam instigantes, e conseguimos encontrar aqui alguns romances secundários se delineando.

A narração é mais uma vez toda em primeira pessoa, feita por Sofia, e a história está dividida em quarenta e seis capítulos de um tamanho razoável.

Recomendo esse livro para os leitores que já leram perdida, pois certamente essa é uma continuação que vale a pena ler, e para aqueles que ainda não acompanham a série, recomendo-a fortemente, pois traz um enredo que nos prende e nos deixa querendo cada vez mais


Classificação:

25 comentários:

  1. Oi Tamara tudo bem?
    Eu acho tão linda essas capas que você nem imagina menina, gostei de saber a sua opinião e quem sabe futuramente eu daria oportunidade, por mais que não simpatizo muito com a escrita da autora.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oi Tamara,
    Tudo?
    Então, acho que Perdida foi um dos melhores livros nacionais que já li porque adoro chick lits e esse esquema de viagem no tempo.Além disso, a Carina tem uma escrita muito envolvente. Infelizmente ainda não consegui comprar o segundo livro mas pela sua resenha acho que vou gostar muito da história, eu gostei da personagem apesar de atrapalhada e meio maluquinha ela me convenceu. Assim que conseguir também quero comprar e ler o meu. RS
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    leiturakriativa.blogspot.com.br/2017/09/outlander-viajante-do-tempo-de-diana.html

    ResponderExcluir
  3. Heiii, tudo bem?
    Sempre ameiiii viagens no tempo e essa série é uma das minhas queridinhas.
    Acho o mesmo que vc, dificil achar defeito nessa obra e a escrita da Carina é tao divertida e envolvente, que a gente vira fã assim que ler um livro dela.
    Amo demais e já quero todos logo.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  4. Eu estou louca por essa série. Acho que vou amar demais.
    Sua resenha ficou maravilhosa e aguçou ainda mais minha curiosidade!
    Ainda não li nada da Carina 😔, mas tenho muita vontade.
    Obrigada pela indicação ❤
    Beijos 😍

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho um livro da autora aqui em casa e até hoje não criei vergonha na cara pra ler... rs. Confesso q o fato de praticamente tudo que ela pública ser um calhamaço me cansa só de pensar. Li tantos que hoje nem consigo ver um... rs. Adoro esse lance de viagem no tempo e confesso tbm ter curiosidade pra ver o que a autora trabalhou nessa série, espero poder ler um dia pq a trama é beminha cara, mas primeiro preciso vencer a preguiça... Kkkkk

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Ai. Meu. Deus! Eu sou doida para ler esta série, mas ainda não consegui... Adorei sua resenha e fiquei mais curiosa ainda!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Tamara! Eu sou louca para ler os livros da Carina e a cada resenha que vejo de algum eu fico ainda mais curiosa. Eu adorei ler a sua opinião sobre a leitura e de poder conhecer um pouco mais sobre o segundo volume. Eu acho que tanto esse livro quanto o primeiro vão me agradar muito quando eu for ler.

    ResponderExcluir
  8. Para tudo... eu nunca li nada da Carina Rissi, uma vergonha rsrs
    Sempre vejo o box da série em promoção, mas tenho receio de comprar e não curtir. Acho que vou ter que emprestar um pra degustar =D e quem sabe eu não queira mais.

    Beijos Tamara.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Confesso que dps do segundo livro dessa série, achei muito enrolada as narrativas. Não entendi porque manter algo no mercado com tanta enrolação.
    Apesar de adorar a escrita da Carina essa é a serie que menos me agrada.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  10. Oie!
    Carina é tudo de bom!
    Já li a maioria dos livros da autora e gosto da forma como ela conduz a trama. Sem contar que além do romance fofo ainda tem a parte divertida.
    Uma ótima dica!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  11. Oi Tamara,
    Todo mundo fala super bem dos livros da Carina Rissi. Até hoje não tive a oportunidade de ler, mas tenho eles anotados na minha infinita lista de livros pra ler. Fiquei com mais vontade depois dessa ótima resenha!
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
  12. Olá Tamara! Nunca li nada da Carina, mas minhas amigas já recomendaram para mim e sempre vejo boas críticas sobre eles. Achei super legal a premissa do livro, parece ser uma leitura gostosa e divertida, beijos!

    ResponderExcluir
  13. Aaah esse livro <3! Tenho muita vontade de conhecer a escrita da Carina e só leio comentários positivos sobre as suas obras, principalmente sobre essa série. A história parece ser muito divertida e fofa, já li tantos comentários dizendo o quão maravilhoso o Sr. Ian Clark é, que eu já gosto dele antes mesmo de conhecê-lo haha. Espero ler essa série um dia, sua resenha está ótima. Bjss!

    ResponderExcluir
  14. Oi, Tamara! Acredita que tenho a série inteira e ainda não li? rsrs
    Adorei sua resenha. Uma amiga minha leu e não curtiu muito esse segundo livro, então desanimei de iniciar a série. Mas bom saber de uma segunda opinião.
    Bjos!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  15. Olá! Li os dois livros da série e simplesmente adorei! Apesar dos toques de fantasia, devido à volta ao passado, achei bem interessante o modo como a autora desenvolveu a história e, principalmente, o que mais gosto dos livros dela é o toque de humor que ela dá a cada página. Adorei e fico feliz que você também tenha gostado.
    Beijos!
    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá!

    Ainda quero ler algo da Carina, mas não pretendo começar por essa série, por ser de época, que é um gênero que não curto muito, enfim, gosto de ver como a autora conquista fãs a cada dia, cada vez mais creio que a literatura nacional vai alçar novos voos!!

    ResponderExcluir
  17. Oiii!

    Adoro essa mulher! As suas obras são tão bem escritas e trabalhadas que não tem como não se encantar... Adorei sua resenha.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Oie!

    Guria eu amo as capas das obras dessa autora, eu ainda não tive a oportunidade de realizar a leitura de algo dela, mas todos que já leram falaram muito bem, até mesmo minha amiga, então acredito que no que eu ler irei gostar também!

    Bjss

    ResponderExcluir
  19. Oi, tudo bem? Toda vez que leio uma resenha da Carina Rissi me sinto alguém de outro planeta por ainda não ter lido nada da autora. Morro de vontade, pois só ouço elogios e também quero prestigiar essa autora nacional, que deve merecer todo o carinho que os leitores demonstram por ela. estou louca para ter a oportunidade de ler um livro da autora. Amei sua resenha, que me fez ter mais vontade ainda de conhecer essa série tão amada. É muito bom quando gostamos mais do segundo livro do que o primeiro. Isso me encanta. Um beijo. Parabéns pela resenha, que está muito bem escrita. Continue fazendo um bom trabalho. Até a próxima!!!!

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem?
    Eu não lia nacionais até uma amiga me indicar Perdida, então tenho um amor especial pela série, e a escrita da Carina confesso que só ajuda mesmo, eu amo!
    Bjs

    ResponderExcluir
  21. Oi! Adoro esse livro, mas confesso que a Sofia me irrita as vezes com aquelas gírias rsrs Ao invés de uma mulher adulta parece um adolescente falando. Mas tirando concordo com tudo que você comentou. A escrita da autora é viciante, pois é divertida e leve. Foi muito bom relembrar sobre a história de Ian e Sofia e ver a resenha aqui me deixou muito feliz.
    Beijos 😘

    ResponderExcluir
  22. Olá! Tenho visto comentários positivos sobre o livro e amei sua resenha. Espero ler assim que tiver oportunidade. super bjo

    ResponderExcluir
  23. Olá,
    Sou suspeita para falar pois gosto muito das obras dessa autora, esse livro em especial é lindo e muito emocionante. Fico feliz que você também tenha gostado.
    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  24. Ah, todo mundo fala bem da Carina e eu aqui sem ler nada dela!!! Adorei saber que tem até mesmo dramas presentes na trama, já que sou a louca do drama... Rs... Acho que vou gostar bastante da história, e fico feliz de saber que deu para notar algum amadurecimento da personagem de um livro para o outro. Espero ter oportunidade de ler logo.

    ResponderExcluir
  25. Olá!
    Eu estou para ler essa série há tempos, mas sempre acabo deixando de lado, e sempre me arrependo, porque só escuto maravilhas. Adorei poder conferir a sua resenha, é legal saber que a personagem amadurece de um volume para o outro, isso com certeza faz diferença.
    Beijos.

    ResponderExcluir