terça-feira, 25 de julho de 2017

[Resenha] F*ck Love, Tarryn Fisher

Título: F*ck Love
Autora: Tarryn Fisher
Editora: Faro Editorial (cortesia)
Páginas: 288
Onde comprar: Saraiva

F*ck Love nos apresenta à história de Helena Conway, uma mulher que tem uma vida e um namorado estável, que sabe o que quer do futuro, mas que, após um sonho, acaba se apaixonando perdidamente e contra sua vontade por Kit Isley
“- Eu conheço você há anos, Helena. Uma das coisas que sempre amei em você é o fato de você saber exatamente o que quer. Enquanto todas as outras garotas vagavam aos tropeços pela vida, cheias de dúvidas, você nem sabia o significado da palavra dúvida.”

Se apaixonar por Kit não seria problema, apesar de toda a diferença que existe entre eles, mas é, pois ele é o namorado de sua melhor amiga, Della. Ela tenta, a todo custo, não demonstrar o que está sentindo e manter sua amizade, afinal, ela ama Della, mas as coisas começam a complicar quando ela descobre uma coisa sobre seu namorado e percebe que o sonho que tivera fora real demais e que Kit pode sentir o mesmo que ela. Como voltar para a realidade onde ela não vive um conto de fadas com o namorado de sua melhor amiga? Como não querer comer esse doce para sempre após prova-lo?

“Apaixonar-se por um cara é uma coisa, mas se apaixonar pelo namorado da sua melhor amiga por causa de um sonho é...
É, estou fodida.”


Sinceramente, não sei muito o que falar sobre esse livro. O começo dele foi extremamente confuso, apesar de rápido. Eu não sabia se o sonho tinha sido uma premonição, se Kit tinha o poder de mostrar o futuro ou se o sonho tinha sido apenas imaginação da Helena que, por sua vez, já era apaixonada por Kit. A história começou a se encaixar melhor apenas na metade do livro e aí percebi onde a autora queria chegar, mas não posso falar para vocês mais do que disse acima, acho importante o leitor se surpreender como aconteceu comigo.

Sobre os personagens, eu me encantei com Helena, ela é sonhadora, apesar de não achar e ela se arrisca. Não tem medo. Solta um foda-se para o mundo e vai em frente. Juro que queria ter essa coragem que ela tem. Entretanto, essa personalidade está encoberta por uma amizade abusiva com Della. Eu classifico a amizade assim, pois Della parece gostar apenas de Helena por ela ser inferior e fazer uma ‘amiga’ se sentir assim é melhor dormir com o inimigo, não é? 
“Estou dobrando as minhas emoções como se dobra um pedaço de papel – um pequeno quadrado, depois um quadrado menor, e depois outro quadrado menor ainda. Quando os meus sentimentos estiverem pequenos o suficiente eu os largarei em um canto qualquer da minha mente, e os esquecerei por completo. É o meu jeito de fazer as coisas, não é?”

Kit, ah Kit, como eu amei esse personagem. Ele é do tipo apaixonante, romântico que ganha o leitor página após página. Foi encantador conhece-lo e ele é meu novo crush de toda a vida. Apesar de acha-lo incrível, tenho uma ressalva com ele que é passar a responsabilidade de uma decisão para outro – quem ler vai me entender, eu acho.

Della foi uma personagem que eu amei odiar, dá para entender? A Tarryn a criou, claramente, com a intensão de ser uma filha da p*** e ela fez isso com êxito. O que a personagem faz deixa o leitor com muito ódio, mas é bom sentir isso. Também temos uma outra amiga das duas, a June, que também é diminuída pela Della, mas que compreende isso antes de chegar a um ponto inaceitável e me encantou completamente.
“Você acaba se tornando escravo dos seus hábitos, que exigem tempo e disciplina. Não como mais o meu cereal habitual. Não bebo leite de soja com adoçante. Não assisto a reality shows e nem leio romances açucarados para preencher minha vida com as coisas que estou perdendo.”

O livro também tem outros personagens, mas, se eu os citar, seria um baita de um spoiler. Tenho que confessar, entretanto, que todos me conquistaram, principalmente uma fadinha linda – todo o amor do mundo por ela.

Como disse antes, o começo do livro foi confuso, eu não sabia onde a autora queria chegar, mas isso não me atrapalhou, pois a escrita dela é extremamente ágil e é impossível parar de ler. Gostei muito do final que a autora deu para os personagens e terminei o livro com um sorriso bobo no rosto, pois fiz uma viagem e pude me reencontrar em meio a tantas camadas desnecessárias que acrescentei ao meu ser. 
“- Só temos uma vida para viver. Se você prefere desperdiçar a sua travando uma guerra contra você mesma, então vá em frente, é um direito seu (...) Ou você pode lutar pelo que deseja (...)”

F*ck Love é, resumidamente, um livro foda que vai pegar o leitor de jeito e vai fazer com que ele pare de ler apenas quando terminar e anseie por mais de Tarryn Fisher, por mais desses personagens incríveis. Tarryn Fisher e Faro Editorial: vocês são fodas!
Classificação:

19 comentários:

  1. Oi, Bruna! Uau, que resenha. Achei a premissa desse livro muito interessante e, sua resenha aguçou ao máximo minha vontade de devorá-lo. Abraço!

    www.marcasliterarias.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruna, sensacional a sua resenha e acho que resumiu em o que são os livros da Tarryn. Acho que ela gosta de nos enlouquecer com seus personagens, ainda não fiz essa leitura, mas pela sua resenha vi que irei querer matar alguem kkkk
    Espero ler em breve. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Olá Bruna!
    A-M-E-I ♥
    Já quero muito ler esse livro. Meu primeiro contato com a Tarryn foi na parceria com a CoHo e eu gostei muito.
    Adorei sua resenha, me deu muuuuuita vontade mesmo de ler hahaha
    Beijos!

    Books & Impressions

    ResponderExcluir
  4. Oi.

    Quero muito esse livro. Tenho visto muitos comentários positivos da obra e estou bem ansiosa para comprar o meu. Ja está na minha lista de comprar e espero comprar logo.

    ResponderExcluir
  5. Ola
    Ja venho lendo varios comentarios positivos sobre essa obra e não vejo a hora de poder conferir também. A sua resenha ficou ótima e me deixou ainda motivada. Essa premissa chama muito a minha atenção, por isso espero poder conferir logo. Curiosa sobre os personagens, especialmente a respeito de Kit ♥
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  6. Oiii,

    Eu não tinha lido nada sobre o livro, mas me pareceu uma história interessante. Ainda que o inicio do livro seja confuso (li um assim recentemente) é interessante ver como as coisas se encaixam na história, como os personagens lidam com os problemas e os solucionam. F*ck Love me pareceu ser desses livros que ainda que tenham ressalvas são apaixonantes! Espero poder conferir a história em breve.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi. A Della deve ser daquelas "amigas" bem "gente boa" mesmo. Mal posso esperar para conhecê-la e adorar odia-la também haha É a primeira vez que vejo falar desse livro e achei a premissa bem interessante. Dica anotada!

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Eu ainda não li o livro, mas estou bem curiosa para ler!
    Será o primeiro livro da autora que vou ler e estou bem empolgada, espero que eu não me decepcione nessa leitura.
    E pelo que pude notar, voou gostar muito!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  9. Nossa, achei que o enredo demorou demais pra se encaixar, metade do livro com um enredo confuso é complicado, acho que não encaro.
    Mas achei ótimo o fato da personagem ter sido bem construída a ponto de despertar sentimentos controversos, te entendo, amar e odiar ao mesmo tempo faz parte da vida de leitor em algum momento.
    Ótima resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu já gostei desse livro só de olhar a capa, o título eu achei bem diferente e instiga querer conhecer a história. Uma pena que o início tenha sido confuso, se fosse contrário, tenho certeza que sua experiência teria sido bem melhor do que foi, ainda que não tenha atrapalhando com a continuação da leitura. Eu adoro quando tem personagens que possamos odiar com tanta vontade em uma história, essa coisa de "amar odiar" mesmo hahaha, deixa tudo mais divertido! Eu adorei o livro, com toda certeza vou colocar na minha lista!
    Beijos,
    Nay
    Traveling Between Pages

    ResponderExcluir
  11. Oi, Bru!
    Menina, é a primeira resenha desse livro que eu leio e estou encantada eu amei a capa, mas não sabia ao certo do que se tratava. Você falou tao bem que eu quero esse livro para ontem rsrs. Realmente a edição parece está maravilhosa. Sua resenha me deixou curiosa, pois você soltou algumas coisas que atissou minha curiosidade. Espero em breve poder fazer a leitura desse livro. Amei a dica. Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Oie! Tudo bem?

    Guria esse livro foi fodastico (desculpa a palavra), mas nossa sério eu esperava algo e recebi outra coisa mil vezes melhor em troca ao realizar a leitura dessa obra! Minha diva Tarryn mostrando para que veio ao mundo novamente com essa história!

    Bjss

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?
    Tenho visto várias imagens desse livro no instagram de parceiros da editora, mas ainda não sabia nada sobre a história. Confesso que me surpreendi ao ler sua resenha, pois a trama parece ser um pouco diferente do que eu tinha imaginado.
    Achei muito diferente essa parte do sonho e fiquei curiosa para saber se era sonho mesmo, premonição ou algo do inconsciente de Helena, que já era apaixonada por Kit. Fiquei com a impressão de ser uma leitura muito leve e divertida, além de romântica, daquelas que fazem o leitor rir e suspirar em vários momentos.
    Adorei sua resenha e a dica já está mais do que anotada.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olá!

    Bruuuuu, que resenha incrível!!! Amei muito mesmo conferir suas impressões sobre essa livro que quero muito ler. Fiquei animada demais a medida que ia avançando na leitura da sua resenha. Não sei nem dizer o quanto gostei, mas sei que quero ler esse livro muito e sua resenha contribuiu ainda mais nesse vantagem. Todos os seus comentários foram muito bem colocados e espero realizar essa leitura em breve.

    Ingrid Cristina
    Plataforma 9 3/4

    ResponderExcluir
  15. Oi, Bru

    Que bom que apesar do começo confuso a leitura foi proveitosa. Eu também queria ter essa coragem de ligar o foda-se, sabe? Hahahahah
    Eu gosto da autora pq ela sempre está criando personagens ambíguos e essa é uma característica que eu curto bastante. Esse livro tá na minha wishlist e quero ler com certeza!

    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi Bruna
    Adoro a escrita de Fisher, mas confesso que estava com um pé meio atrás com esse livro. Mas ler suas resenha tão empolgante e rica em detalhes que chamaram minha atenção, fiquei com vontade de ler.
    às vezes tudo o que precisamos é ligar o foda-se mesmo!
    Já coloquei o livro na lista de leituras
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bom?
    Então, esse livro não tinha chamado muito minha atenção até ler sua resenha! Fiquei super intrigada com os personagens e principalmente com Helena (também queria ser assim rs) e adorei saber que o livro mostra essa amizade abusiva! Não tem muitos livros que deixam isso explicito e cá entre nós, acontece tanto!
    Quero muito conhecer esse livro FODA, então, sugestão anotada! rs
    Amei a resenha e as fotos maravilhosas! <3
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  18. Olá!!
    Fiquei bem interessada nesse livro desde o lançamento e o que mais me motiva a fazer essa leitura é esse mistério todo envolvendo o Kit e o que dizer dessa diagramação??!! Fodástica demais..ameeiii essa capa e já quero na minha estante!!

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2017/07/resenha-quando-noite-cai-carina-rissi.html#comment-form

    ResponderExcluir
  19. Oi Bruna,
    desde que soube desse lançamento fiquei louca para conhecer e agora que as resenhas começaram a sair esse desejo tem aumentado considerávelmente. A premissa dessa história e deixa com um pé atrás porque já li outros livros que abordaram a temática e tais leituras foram bem decepcionante, no entanto tenho percebido que essa história foi de construída de forma diferente e gostaria de conferir de pertinho os caminhos que essa história reserva.

    Beijos!

    ResponderExcluir