terça-feira, 6 de junho de 2017

[Resenha] A Guerra que Salvou a Minha Vida, Kimberly Bradley

Título: A Guerra que Salvou a Minha Vida
Autora: Kimberly Bradley
Editora: DarkSide Books
Páginas: 240
Onde Comprar: Amazon

"A Guerra que Salvou a Minha Vida” é um daqueles romances que você lê com um nó no peito, sorrisos no rosto e – entre um parágrafo e outro – lagrimas nos olhos."

Dentre minhas tantas leituras em cenário de guerra, nunca imaginei que esta obra em específico mexeria tanto comigo. 

Quando comprei, preferi não ler a sinopse até para não causar expectativas sobre os acontecimentos, pois as vezes ter expectativa pode atrapalhar, e muito, o desenrolar da história. 

Em "A Guerra que Salvou a minha Vida" conheci Ada e Jamie, irmãos que passam por uma situação nada agradável em casa. Ada é a irmã mais velha, e, mesmo assim, apenas Jamie tem a permissão da mãe para poder sair de casa. 

A mãe, uma mulher abusiva e agressiva, sempre humilha  a pequena Ada por um problema que a menina tem, e a considera uma abominação, fazendo a menina acreditar que tudo de ruim que acontece é culpa dela. 

Devido os tempos de guerra e a ameaça da Alemanha e de Hitler, Ada consegue pensar num plano perfeito para conseguir ficar longe da mãe e de toda humilhação que passara, pelo menos por um tempo: como as crianças estavam sendo evacuadas do país para ficarem segura dos ataques, Ada decide ir junto com elas e levar o irmãozinho, Jamie, junto a ela. 

Quado finalmente chegam ao seu destino, ninguém quis abrigá-los, devido à aparência e vestimentas. Sobram apenas uma única casa a qual possam ficar por um tempo e lá conhecem a Srª Smith, uma senhora que mora sozinha e que de imediato tentou recusar as crianças, pois não tinha a menor ideia de como fosse cuidar de uma. 

Porém, a Srª Smith, que prefere ser chamada de Susan, não tem escolha. Os cuidados das crianças fora destinado à ela e ela precisava cumprir com suas obrigações: limpar, alimentar, cuidar, vestir. 

Devido aos maus tratos que Ada recebera em toda sua vida, ela era uma criança triste, desconfiada e também muito teimosa. Será que com este temperamento e toda sua dificuldade em ser uma criança normal ela conseguirá sua tão sonhada liberdade? 

Será que Ada e Jamie conseguirão conviver em um lugar totalmente estranho e sem a mãe por perto? 

É o que aguarda ser descoberto por vocês, caros leitores, nesta maravilhosa obra que definitivamente, também salvou a minha vida. 
 "Ela teve a chance que Anne Frank não teve. A Guerra que Salvou a Minha Vida é um livro sobre muitas batalhas que nós precisamos vencer para conquistar um lugar no mundo" 
Primeiramente elogio o design da obra. Dentre todas que tenho da DarkSide, sem dúvidas esta é uma das mais caprichosas que já vi. 

A Guerra que Salvou a minha Vida é lançamento da linha DarkLove e nem preciso dizer que já tem um lugarzinho especial no meu coração, ne?! 

A leitura se faz inteiramente agradável. É um livro relativamente pequeno, sem contar na história maravilhosa que devoramos cada página ate mesmo sem perceber e quando nos damos conta, acabou. Infelizmente acabou! 

Poderia ficar dias e dias mergulhada na vida de Ada e toda sua superação, que não me cansaria. 

Os temas abordados na obra, além da guerra, são bastantes delicados. Ter enredo baseado em violência contra crianças, apesar da tristeza causada em alguns pontos, foi uma sacada e tanto, o que gerou ponto positivo dentro da obra, principalmente na persistência das crianças por dias melhores. 

Os personagens são muito bem construídos e a ambientação está fantástica. Por muitos momentos até me questionei se não estava presenciando realmente tudo aquilo. 

É uma deliciosa viagem ao tempo, que me lamentei por ter acabado. 

Leitura totalmente indicada para aqueles que amam se deparar com superação!

"Dolorosamente, adorável" - The Wall Street Journal

Classificação: 

26 comentários:

  1. Ola
    Gosto muito de fazer leituras onde o cenário diz respeito a guerras e relacionados, e em primeiro lugar fiquei curiosa quanto a este desenvolvimento, e depois por conta de toda a exploração dos sentimentos, conforme pude perceber em suas impressões. Eu ainda não tinha lido nada a respeito desta obra, mas gostaria muito de poder conferir também.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  2. Oi Amanda,
    Esse livro tem sido amplamente elogiado em todas as resenhas que li até agora e admito que a vontade de ler está grande viu. O único impedimento pra mim, é o dinheiro que não tenho para comprá-lo caso contrário já estaria com ele em mãos. Amei suas impressões e considerações, me deu ainda mais certeza de que preciso ler ele o mais o breve possível, e tenha certeza que o farei assim que tiver oportunidade.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Eu estou tão interessada nesse livro, mas ainda não tive a chance de comprá-lo. Tenho absoluta certeza de que ele irá me marcar tanto quanto marcou você. Ele é dessas histórias que deixam mensagens incríveis. Não vejo a hora de poder lê-lo! Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá! Realmente não tenho dúvidas sobre está história, geralmente histórias ambientadas, na segunda gerra mundial, é sinônimo de emoção e sensibilidade. Sobre a capa deste livro: é a capa mais linda que já vi na vida. Que se torne moda capas de livros assim.

    Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  5. Olá!!
    Eu estou bem curiosa com essa história.
    Eu sou apaixonada em história e essa temática em questão me atrai muito.
    Fico muito feliz em saber que nada foi "forçado" ali e que por trás desse tema, temos outros assuntos sendo abordados.
    beijos e abraço ate próxima

    ResponderExcluir
  6. Estou muito interessada para ler esse livro. Apesar de eu não ter o costume de ler livros ambientados em guerra, curti muito a história desse. Assim como você eu também gosto de comprar alguns livros ás vezes sem saber nada sobre eles. Acho ótimo, gente já vai sem esperar nada que é muito fácil de se surpreender :)
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito de livros que falam de 2a guerra pois sempre fico sabendo mais sobre o que aconteceu. Desde que vi o titulo fiquei curiosa para ler, como assim a guerra salva a vida de alguém? Agora com a sua resenha pude entender um pouco da premissa. Essa história de alguém cuidar de uma criança me lembrou um pouco "a menina que roubava livros" que também se passa no mesmo período.

    ResponderExcluir
  8. Oie!
    Eu ainda não tive a oportunidade de ler o livro, mas estou bem curiosa para conferir.
    Ainda mais que os livros da editora são escolhidos a dedo, com ótima diagramação e revisão.
    E os livro da DarkLove são demais!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bom?
    Ah, se tornou um dos meus livros favoritos do ano, sem sombra de dúvida!
    Amei conhecer a pequena Ada, tão inteligente e dedicada. E Susan, que foi uma personagem que me encantou conforme foi mudando em relação as crianças. Sem contar que cada vez que a garota descobria uma palavra nova, sua maneira de descrevê-la é quase uma poesia. Parabéns pela resenha! Eu resenhei essa mesma obra em meu blog, vc pode conferir aqui: http://viveremdoismundos.blogspot.com.br/2017/05/a-guerra-que-salvou-minha-vida.html

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bom?

    Desde que vi esse livro fiquei com muita vontade de ler. Primeiramente pela capa que é muito linda e segundo pelo titulo, como que uma Guerra salva a vida de alguém? Bem curioso. Sua resenha ficou e me deixou com mais curiosidade pela história.

    Beijos:*

    ResponderExcluir
  11. Oi.

    Estou louca por este livro, quis muitos comprá-lo numa promoção esses dias, mas optei por comprar outros e deixar para comprar este na Black Friday. Já sei que vou adorar este livro, estou torcendo por isso.

    ResponderExcluir
  12. Primeiramente com sempre a Darkside traz um design lindo em uma obra, e segundo que enredo emocionante e encantador. É mais um livro da editora que preciso ter em minha estante para poder conferir todo o enredo em si, e tudo o que esses personagens sofrem para encontrar seu lugar no mundo. Estou apaixonado e o livro subiu em minha meta de leitura.

    ResponderExcluir
  13. Eu não gosto de histórias ambientadas na guerra, então não leria o livro. Mas fiquei morrendo de pena da Ada, parece até personagem de Desventuras em Série... tava vendo a hora que ia aparecer o conde Olaf! hahahaha
    Que bom que você curtiu, mas essa leitura eu passo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oiee Amanda ^^
    É tão bom quando a gente gosta tanto de um livro que ficamos imensamente tristes quando ele acaba, né? Eu estou doida para ler "A guerra que salvou a minha vida" principalmente porque gosto de histórias com temas mais pesados e profundos. Mas ver que você gostou me deixou ainda mais animada. Espero gostar também :)
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  15. Oiiii,

    Desde que este livro foi lançado que eu estou querendo ler ele, por gostar da sinopse e por achar a capa dele maravilhosa, agora com sua resenha eu fiquei mais curiosa ainda para ler porque adoro livros que deixam a gente tristes por termos acabados de ler.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  16. oi, amanda, estou louca para ler esse livro. Parece bem o estilo que me atrai, com crianças e com tema de guerra, eu amo livros com crianças, e parece ser algo bem sensível. Pena que é pequeno pois parece o tipo de livro que eu gostaria que fosse eterno. Mas vamos aguardar minha leitura, espero que minhas impressões se confirmem.

    ResponderExcluir
  17. Olá! Confesso que não li muitos livros que se ambientam na guerra, exceto A Menina que Roubava Livros (que eu amei). Achei a premissa bem interessante e me compadeci pela história da Ada e do Jamie. Quero ler! Ah, e que capa é essa, ein? Coisa mais linda! A DarkSide sempre arrasa!

    ResponderExcluir
  18. Olá,

    Eu gosto bastante de histórias de superação, porém livros com crianças sofridas sempre me deixam triste, acho muito duro ter que presenciar tanta justiça para com quem não pode se defender. Só pela premissa do livro e sua opinião, senti que poderia ser uma leitura com uma carga dramática pesada, por isso anotarei a dica para um outro momento, e espero gostar desse livro que muitos estão lendo.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Esse livro vem chamando minha atenção desde seu lançamento, pois ele demonstra a guerra pelos olhos de uma criança de uma maneira bem inovadora e mais sentimental.
    Já li outras resenhas dele e assim como a sua dá para perceber que é um livro que encanta e emociona, que não tem como não se apegar a Ada e principalmente que gera uma tristeza quando realmente acaba.
    Essa edição é realmente linda

    ResponderExcluir
  20. Oie! Tudo bem?

    Estou louca para realizar a leitura desse livro, já li muitas resenhas positivas sobre ele e tirando essa capa que é linda que foi a primeira coisa que chamou minha atenção, depois do fato de a história ocorrer na segunda guerra mundial!

    Bjss

    ResponderExcluir
  21. Oieee!
    Já li outras resenhas desse livro, e todas sempre foram positivas...
    Eu gosto bastante de histórias que envolvem crianças na segunda guerra mundial, pois podemos ver outro ponto de vista, mais puro e livre de julgamentos.
    As edições da darkside são um caso à parte né, uma mais linda que a outra!
    Espero ter a oportunidade de ler...
    Um beijo

    www.asmeninasqueleemlivros.com

    ResponderExcluir
  22. Oi Bruna, como está?
    Primeiro preciso dizer que essa edição da Darkside está absurdamente linda. Se bem que dizer essa frase é um senhor pleonasmo, kkkkkkkkkkk.
    Segundo, acho a proposta desse livro excelente, ainda mais pela sinopse, que nos dá uma ideia de como a jornada da protagonista vai acontecer.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://rillismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    Sabe que sou louca por livros que falam de superação e desde que vi o lançamento dessa obra eu já estava doida para ler ela. Adorei ver que você gostou e recomenda, e sem contar que essa edição é linda né? vou ler o livro em breve, sim. Ótima resenha!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  24. Oi mandinha ♥
    Ai, esse livro está minha lista de desejados desde que anunciaram. A estória parece ser tão linda e tocante que é impossivél não querer conhecer a Ada. A edição dos livros da Dark são um prato cheio e ninguém pode por defeito, espero poder realizar a leitura em breve.

    Bjão

    ResponderExcluir
  25. Oi
    Esse livro está na lista de desejados! Quis ele no momento em que vi e ao ler a sinopse sabia que precisava conhecer a história.
    Gostei muito das suas impressões. Quero muito conhecer as personagens e acompanhar tudo de perto.
    Sem falar que essa capa é linda!
    Adorei a dica.
    Beijinhos
    Rizia Castro - Livroterapias

    ResponderExcluir
  26. É quase impossível a Darkside não ir fazer uma capa bem feita, não é? Fico encantada! Apesar do tema não ser um dos meus preferidos, sei que o envolvimento com os personagens dessa trama seriam imediatos, o que me agrada demais.

    ResponderExcluir